O Caminho para a Vida Eterna - CULTO AO VIVO: "A MENSAGEM QUE SERA PREGADA A TODO POVO, NACAO, LINGUA E REIS" - 7 de junho de 2020

"A MENSAGEM QUE SERÁ PREGADA A TODO POVO, NAÇÃO, LÍNGUA E REIS" - 7 de junho de 2020

Arquivos para Download:

Estudo Bíblico - Livro

Estudo Bíblico Formato Simples

http://www.vidaeterna.com.br/media/5edccff780210f9e425331eb/estudo-b-blico-domingo-7-de-junho-de-2020

Reprodução da transcrição disponível em: https://mensajes.carpa.com/mensajes/1999/04/el-mensaje-que-sera-predicado-a-todo-pueblo-nacion-lengua-y-reyes/?lang=pt-br

 

Dr. William Soto Santiago

Sexta-feira, 16 de abril de 1999

(Segunda atividade)

Matehuala, San Luis Potosí, México

 

Muito boa tarde amados amigos e irmãos, reunidos aqui nesta tarde ou esta noite (mesmo que seja de dia, mas desde 6:00 [18:00] em diante quase sempre dizem “boa noite”).

         Que as bênçãos de Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, sejam sobre todos vocês e sobre mim também, e fale diretamente a nossa alma, e nos abra as Escrituras e nos abra o entendimento para compreender estes mistérios que neste tempo final seriam revelados a Igreja do Senhor Jesus Cristo; e nos prepare assim para ser transformados e raptados neste tempo final, e levados a Casa do nosso Pai celestial, à Ceia das Bodas do Cordeiro. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

         Nesta noite temos um tema muito importante: “A MENSAGEM QUE SERÁ PREGADA A TODO POVO, NAÇÃO, LÍNGUA E REIS”.

         A Mensagem que será pregada a todo povo, nação, língua e reis, vamos ver qual é essa Mensagem e quem prega essa Mensagem.

         Em Apocalipse, capítulo 14, versículos 6 ao 9, diz:

         “E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda nação, e tribo, e língua, e povo,

dizendo com grande voz: Temei a Deus e dai-lhe glória, porque vinda é a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.”

         Que Deus abençoe nossas almas com Sua Palavra e nos permita entendê-la.

         Quando uma Mensagem tem que ser pregada tem que pertencer a uma era ou a uma Dispensação e, consequentemente, tem que ter um mensageiro; porque não há uma Mensagem sem um mensageiro, e não há um mensageiro sem uma Mensagem.

         Se uma pessoa disser que é um mensageiro de Deus, tem que ter uma Mensagem. Se é um mensageiro de Deus para um tempo, tem que ter a Mensagem de Deus para esse tempo para a Igreja do Senhor Jesus Cristo.

         E Deus teve para as sete etapas da Igreja entre os gentios, durante a etapa da noite pela qual a Igreja esteve passando durante estas sete eras da Igreja, nestes dois mil anos que transcorreram; Ele teve sete anjos mensageiros, que são sete mensageiros de Deus, sete homens, enviados à Sua Igreja com a Mensagem de Deus para cada era.

         E estes mensageiros foram representados em estrelas e a Igreja foi representada na lua, porque o mundo esteve em trevas, esteve vivendo em tempo de escuridão, tempo de noite, a tal grau que nem sabe como o ser humano veio a existência; e creem que veio do chimpanzé, e creem em um inúmeras de coisas que nem as crianças podem crer.

         As crianças muitas vezes têm mais entendimento destas coisas que mesmo os grandes cientistas que pensam que o ser humano veio do macaco ou do chimpanzé; e estão buscando o elo perdido, porque pensam que na evolução (conforme pensam) primeiro começou em certa forma a vida, e em seguida foi sendo realizadas mutações, e assim foi passando de uma espécie a outra; mas não percebem que Deus criou cada espécie.

         De uma espécie não se fez uma mutação para surgir outra espécie, mas que Deus criou cada espécie; e conforme a Lei Divina cada espécie se reproduz de acordo ao seu gênero.

         Agora vejam, quando alguns pensam ou a ciência pensa que o ser humano veio do macaco ou do chimpanzé, a pergunta seria: e por que não continuaram reproduzindo os macacos ou os chimpanzés em seres humanos? Por que não continuou essa mutação?

         Veem? Aí acaba o entendimento e não podem compreender o porquê; porque se saíram do macaco, pois teriam que em seguida os macacos irem se convertendo em seres humanos à medida que passa o tempo. Mas dos macacos o que saem? Mais macacos.

         E assim dos diferentes animais; porque cada semente ou cada raça se reproduz em mais de sua mesma espécie.

         E agora, o elo perdido que a ciência procura; que sabe que é um animal que houve entre o homem e o chimpanzé, o qual era muito parecido ao homem…; mas a ciência, nas suas descobertas arqueológicos descobre esqueletos de seres que existiram há milhões de anos e diz: “Esse era o homem 10.000 anos atrás (ou 1 milhão de anos atrás ou 10 milhões de anos atrás), e vejam como foi mudando”, mas não percebem que esses esqueletos que vai descobrindo são de uma raça que era muito próxima ao ser humano.

         Ou seja: estão descobrindo esses esqueletos do elo perdido, dessa raça da serpente que antes de receber a maldição da parte de Deus era muito parecida ao ser humano, mas não tinha alma, que era o única coisa que faltava para ser igual ao ser humano; mas tinha espírito e, consequentemente, raciocinava; por isso a serpente raciocinava; e tinha até entendimento a sobre a reprodução, e tinha até entendimento a sobre as leis divinas; portanto, era a mais astuta entre todos os animais e foi quem enganou a Eva e, consequentemente, foi a que recebeu a maldição da parte de Deus.

         E de um animal que era o animal mais próximo ao ser humano, se converteu em um réptil, que fica muito atrás até do macaco; nem sequer ficou no nível do macaco; nem sequer ficou no nível do periquito, que pelo menos o periquito aprende a falar porque lhe ensinam. Mas agora, vejam vocês, as serpentes ou a serpente perdeu também sua forma e também perdeu sua fala.

         Agora, Deus disse lá no Jardim do Éden, quando lançou a maldição à serpente, que a serpente feriria a semente da mulher (e a semente da mulher seria o Messias quando viesse), o feriria no calcanhar; e isso se cumpriu quando Cristo foi ferido na Cruz do Calvário em Suas mãos e nos Seus pés (ou seja: nos seus calcanhares), quando foi crucificado ali, quando os pregos foram colocados nos Seus pés e em Suas mãos. Aí foi a ferida que a serpente fez à semente da mulher, ou seja: ao Messias; porque o Messias viria por meio de uma mulher.

         E agora, o Messias, a semente da mulher, feriria o diabo, à serpente, na cabeça. E Cristo feriu o diabo na cabeça: obteve a vitória contra o diabo e tirou à luz, a Vida.

         E agora, Cristo é nossa vitória. Tirou as chaves do inferno e da morte do diabo quando esteve lá no inferno; porque Cristo tomou nossos pecados, morreu por causa dos nossos pecados, se tornou mortal (porque a recompensa [salário] do pecado é morte), e teve que ir ao inferno; mas ali teve a batalha contra o diabo e o feriu na cabeça: tirou-lhe as chaves do inferno e da morte, o venceu e saiu vitorioso. Passou pelo Paraíso e tomou os Santos que estavam no Paraíso: e todos ressuscitaram com Cristo. No dia da ressurreição se levantaram com Cristo, e apareceram a muitos na cidade de Jerusalém, conforme São Mateus, capítulo 27, versículo 51 em diante.

         E agora, vejam vocês como Cristo obteve a vitória.

         Agora, há algo muito importante, e é que a semente da mulher é Cristo, um homem. E agora, a semente da serpente, vejam vocês, seriam os que cumpririam a profecia que feririam o Messias no calcanhar; porque a semente da serpente, que é a representação da serpente na Terra, estaria na Terra.

         E por isso é que Jesus falou de que na terra havia trigo e joio: filhos de Deus e filhos do mal. Os filhos de Deus, pois vêm de Deus; e os filhos do mal, de quem vêm? Do mal, do diabo.

         E agora, tudo isso começou lá no Jardim do Éden; e vejam vocês como à medida que passaram os séculos e os milênios, tudo foi se cumprindo conforme as profecias divinas.

         E agora nós chegamos ao tempo final, onde olhamos para trás, para a história do ser humano, e podemos ver tudo o que aconteceu; mesmo que não foi compreendido completamente tudo o que aconteceu no meio da raça humana.

         Mas Deus sim sabe o que aconteceu; e de acordo como Ele vê a história da raça humana, é que nós temos que ver; e para isso Ele tem que nos revelar o que na realidade esteve acontecendo desde que Ele colocou o ser humano neste planeta Terra.

         E agora, podemos ver o por quê teve que vir Jesus e morrer na Cruz do Calvário: para obter a vitória contra o diabo e assim nos dar vida eterna.

         Por causa da queda o ser humano caiu da vida eterna e, consequentemente, viveria uma quantidade de tempo somente aqui na Terra, e a descendência do ser humano viveria somente uma quantidade de tempo neste planeta Terra; mas Deus restaurará os Seus filhos à vida eterna, os restaurará a tudo o que Adão e Eva perderam na queda.

         E essa restauração, com a Primeira Vinda de Cristo começou essa restauração: Ele morrendo na Cruz do Calvário e tirando nossos pecados ali, e ressuscitando e se sentando no Céu, no Trono de Deus no Céu, para fazer intercessão por todos os que têm seus nomes escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro, ou seja: para fazer intercessão por todos os filhos e filhas de Deus.

         E Ele não faz intercessão pelos filhos do mal. Por quê? Porque não se arrependem.

         Agora, podemos ver que os filhos e filhas de Deus têm seus nomes escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro; e no tempo que lhes corresponde viver, são chamados e juntados pela Voz de Cristo, o Anjo do Pacto, através do mensageiro de cada era.

         E para este tempo final, encontramos que tudo o que Cristo vai fazer neste tempo final já o refletiu por meio dos mensageiros que enviou em cada era, assim como o que iria fazer em Sua Primeira Vinda Ele o refletiu nos profetas do Antigo Testamento; e também refletiu coisas para Sua Segunda Vinda também nos profetas do Antigo Testamento, e também nos patriarcas, e também no rei Davi e também em outros reis.

         E agora, neste tempo final, assim como Cristo enviou Seus mensageiros para cada era no meio de Sua Igreja, para dar a Mensagem correspondente a cada era…, uma Mensagem com a qual Cristo falaria aos Seus filhos e lhes abriria o entendimento e as Escrituras correspondentes ao tempo em que eles estavam vivendo, e seriam chamados e juntados no Corpo Místico do Senhor Jesus Cristo.

         Essa era a Mensagem de Luz para cada era; e cada mensageiro foi um mensageiro de luz, um anjo de luz enviado em cada era. Assim como João Batista foi uma tocha, uma luz acesa que iluminava em lugar escuro; mas em seguida Jesus foi a Luz do mundo, ou seja: foi uma luz maior. João iluminou somente um grupo de pessoas no meio do povo hebreu, mas Jesus ilumina o mundo inteiro: Ele é a Luz que ilumina todo homem que vem a este mundo!

         E agora, cada anjo mensageiro, sendo uma luz para sua era, está representado na chama acesa de cada lâmpada do candelabro que estava no lugar santo no templo que Salomão construiu e no templo que Moisés construiu.

         Porque no Templo espiritual que Cristo estaria construindo estariam essas sete lâmpadas no candelabro; e o candelabro é a Igreja, e cada lâmpada é cada era da Igreja, e cada chama acesa é o mensageiro de Deus enviado em cada era, aceso com o Fogo do Espírito Santo para iluminar no Lugar Santo do Templo espiritual de Cristo, ou seja: da Igreja do Senhor Jesus Cristo; e assim em seguida a Igreja refletir essa Luz ao mundo, dar essa Mensagem.

         A Mensagem de Deus vem ao mensageiro de cada era, e o mensageiro o dá à Igreja, e a Igreja o estende ao mundo inteiro. Por isso os mensageiros estão representados em estrelas e a Igreja na lua; e cada estrela reflete a Luz de Cristo em cada era na Igreja, e a Igreja a reflete ao mundo.

         E agora, para este tempo final, por quanto chegamos ao tempo em que Cristo estará manifestado no meio da Sua Igreja novamente, em uma nova era, mas eterna: na Era da Pedra Angular, e uma nova Dispensação: a Dispensação do Reino, que estará se entrelaçando com a Dispensação da Graça, Cristo é a Estrela resplandecente da Manhã; e ao Vencedor, ao mensageiro que Ele envia à Sua Igreja, que é o Seu Anjo Mensageiro, Ele dará a Estrela resplandecente da Manhã; e Cristo estará em Seu Anjo Mensageiro como a Estrela resplandecente da Manhã se refletindo, se manifestando através do Seu Anjo Mensageiro, o qual recebe essa Estrela resplandecente da Manhã; ou seja: recebe Cristo neste tempo final e Cristo se manifesta através do Seu Anjo Mensageiro, e aí temos a Estrela da Manhã resplandecendo.

         E que mensagem tem a Estrela da Manhã? Tem a mensagem de que um novo dia está raiando. Um novo dia começa a nascer, e começa a se ver a Luz do Sol, mesmo que o Sol não se veja. Quando está raiando a alva, o sol não se vê, mas se vê a luz do sol: uma claridade pelo leste, uma mensagem pelo leste, uma luz pelo leste; a Mensagem do Leste, que é a Luz do Leste.

         E já vendo a Estrela da Manhã manifestada aí, e ficando a Estrela da Manhã como a estrela principal, nos dando sua mensagem que um novo dia está começando (vejam, essa estrela é a Estrela do Leste também), nos mostra que está raiando a alva e que de um momento ao outro amanhece completamente. E agora, amanhece pelo leste.

         E a Igreja do Senhor Jesus Cristo estando na Era da Pedra Angular, a era aonde a Mensagem para o povo hebreu vem primeiro à Igreja do Senhor Jesus Cristo… Assim como antes do sol sair pelo leste, onde se encontra? No oeste, iluminando as últimas horas da tarde, depois que se pôs o sol; depois depois do pôr do sol, começa um novo dia.

         E, por exemplo: na sexta-feira ao pôr do sol, termina na sexta-feira e começa no sábado. Por isso os hebreus começam a guardar o sábado na sexta-feira ao pôr do sol, porque aí começa o sábado, até a próxima tarde ao pôr do sol; de tarde a tarde. Entre essas duas tardes está o sábado, e entre duas tardes sempre está o dia.

         Agora, o dia começa primeiro no tempo da tarde; e essa luz que se vê na tarde, pelo oeste…; porque o sol termina seu recorrido no oeste, o sol cai no oeste; mas ao tempo da tarde há luz, luz do novo dia, e essa luz está na tarde.

         E essa mensagem dá testemunho que pela manhã, esse mesmo sol que iluminou na tarde pelo oeste, iluminará pelo leste em um novo dia.

         E o mesmo Sol que ilumina a Igreja de Jesus Cristo no oeste, na tarde, ao entardecer, quando já terminaram os sete anjos mensageiros das sete eras, onde se entrelaça o precursor com o precursado…; é aí, no tempo da tarde, onde se entrelaçam as eras e as dispensações e se entrelaçam os dias.

         E é aí, na tarde, onde Cristo por meio do precursor da Sua Segunda Vinda dá Luz à Igreja; e depois que termina seu ministério, Cristo volta a dar Luz à Sua Igreja por meio do ministério que corresponde ao dia que há de começar na manhã; mas o dia começa na tarde; portanto, essa Luz que vem depois do pôr do sol pertence a um novo dia.

         E essa Luz que vem depois do pôr do sol pertence ao leste, mas primeiro se vê pelo oeste: primeiro se vê no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo… E se ver a Luz no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo no oeste, no tempo da tarde, tem que estar então o mensageiro através do qual vem essa Mensagem para a Igreja do Senhor Jesus Cristo, e anuncia que um novo dia dispensacional está começando.

         E agora, espiritualmente, pois a Igreja; vejam vocês, recebe a Luz de Cristo, a Luz de um novo dia dispensacional, que é a Luz do Evangelho do Reino resplandecendo; e o Evangelho do Reino gira ao redor da Segunda Vinda de Cristo, assim como o Evangelho da Graça gira ao redor da Primeira Vinda de Cristo como o Cordeiro de Deus.

         O Evangelho do Reino gira ao redor da Segunda Vinda de Cristo como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores em Sua Obra de Reclamação. E é Cristo, a Luz do mundo, quem resplandece, e o faz por meio do mensageiro enviado para cada era e cada Dispensação.

         E agora, assim como Cristo esteve em cada mensageiro de cada era da Igreja, estará em Seu Anjo Mensageiro no tempo final, neste entrelace destes dois dias dispensacionais: do dia da Dispensação da Graça com o dia da Dispensação do Reino. E entre esses dois ministérios, vejam vocês, é realizado o entrelace de uma nova Dispensação.

         E no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo tem que estar, antes de estar no meio do povo hebreu, tem que estar o Anjo Forte que desce do Céu, que é nosso amado Senhor Jesus Cristo; tem que estar o Anjo do Pacto que libertou o povo hebreu, tem que estar no meio da Sua Igreja, porque Ele esteve de era em era no meio da Sua Igreja através do mensageiro de cada era se manifestando.

         E no Último Dia estará em Seu Anjo Mensageiro manifestado na porção correspondente ao Último Dia na Era da Pedra Angular, a tal grau que irá aumentando a manifestação de Deus em Seu Anjo, a tal grau que chegará o momento em que Cristo o adotará; e Cristo em Espírito Santo, o Anjo do Pacto, estará em toda Sua plenitude manifestado no Anjo Mensageiro do Senhor Jesus Cristo.

         E agora, este Anjo do Senhor Jesus Cristo é o portador do Selo do Deus vivo, é o portador do Espírito Santo; assim como cada anjo mensageiro de cada era passada foi o mensageiro onde estava Jesus Cristo em Espírito Santo manifestado, chamando e juntando os escolhidos de cada era.

         Houve um ministério, um dom ministerial em cada era; esse foi o mensageiro de cada era e foi o anjo guardião de cada era enviado por Cristo à Sua Igreja. Cada mensageiro foi o anjo guardião da Igreja em cada era.

         E agora, para o Último Dia, para a Era da Pedra Angular, que é a Era de Ouro da Igreja de Jesus Cristo, Ele envia Seu Anjo Mensageiro. Diz:

         “Eu Jesus enviei meu anjo vos testificar estas coisas nas Igrejas.”

         O que estará fazendo e o que estará falando o Anjo do Senhor Jesus Cristo? Estará falando todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final. Apocalipse, capítulo 22, versículo 16.

         E Apocalipse, capítulo 22, versículo 6 em diante, diz: “E disse-me o anjo: Estas palavras são fiéis e verdadeiras. O Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer”. Essas são as que o Anjo de Jesus Cristo revela à Igreja de Jesus Cristo neste tempo final.

         E também nos refresca a memória das coisas que aconteceram em eras passadas, das quais falaram os apóstolos e falaram os sete anjos mensageiros; e o reverendo William Branham falou mais amplamente e abriu o mistério que esteve se cumprindo nas eras passadas, e identificou os mensageiros de cada era.

         E agora, vejam, também identificou os territórios onde Deus enviou esses mensageiros, e as eras onde se cumpriram e os territórios onde se cumpriram essas eras, e o tempo onde se cumpriram essas eras.

         E agora, para este tempo final, na Mensagem do Evangelho do Reino, que revela todas as coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final, é identificado o território onde se cumpre a Era da Pedra Angular; é identificada a Mensagem que corresponde à Era da Pedra Angular: a Mensagem do Evangelho do Reino, que gira ao redor da Segunda Vinda de Cristo como o Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores em Sua Obra de Reclamação.

         E é identificado também o povo: o povo latino-americano, como o povo que estaria escutando essa Mensagem, essa Grande Voz de Trombeta do Evangelho do Reino. Essa é a Trombeta Final: a Mensagem Final de Cristo, de Deus, para Sua Igreja e para a raça humana.

         E identificamos e foi identificado o mensageiro para a Era da Pedra Angular e para a Dispensação do Reino: o Anjo do Senhor Jesus Cristo; um redimido pelo Sangue de Cristo que no Último Dia estaria no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo, e que seria o instrumento de Jesus Cristo para Sua manifestação final no meio dos gentios na América Latina e no Caribe.

         Todas estas coisas já foram identificadas abertamente. E também identificamos o idioma: o espanhol.

         E agora, a Terceira Etapa, que foi vista na Visão da Carpa e também em outras visões, encontramos que o idioma era um idioma desconhecido ao reverendo William Branham, porque ele não falava esse idioma; portanto, não era o inglês o idioma para a Terceira Etapa ser cumprida por meio da Palavra criadora, sendo falada em uma nova era e uma nova Dispensação.

         E agora, as palavras do precursor da Segunda Vinda de Cristo para este tempo final estariam sendo cumpridas. E assim como a Mensagem do Evangelho da Graça foi passando de era em era, e de território em território, e de nação em nação, e de continente em continente…

         Vejam vocês, passou…, do meio do povo hebreu passou aos gentios e passou aos gentios na Ásia Menor, onde se cumpriu a primeira era da Igreja gentia e onde Deus enviou Seu anjo mensageiro São Paulo; e daí passou o Espírito Santo, o Anjo do Pacto, e a Mensagem, passaram à França, passaram à Europa, onde Deus levantou Irineu, o segundo anjo mensageiro da segunda era da Igreja gentia.

         E assim foi passando de era em era o Espírito Santo, o Anjo do Pacto, e a Mensagem de Cristo; e foi passando de nação em nação.

         Em seguida passou da França, passou à Hungria, e vejam vocês, ali levantou Martin; e Martin ministrou na Hungria e também ministrou na França, houve um entrelace aí. Ou seja: a Mensagem passou a outra nação e a outro povo, e também ministrou onde Irineu o tinha deixado: na França; ou seja: que fez um entrelace: Martin podia ministrar na França também porque aí o tinha deixado Irineu, o mensageiro da segunda era.

         Em seguida a Mensagem passa à Irlanda e à Escócia, e Deus levantou o Colombo, e Colombo ministrou na Irlanda e em Escócia.

         Vejam como a Mensagem foi passando de uma nação a outra nação, de um povo ao outro povo. E quando passava a um território, nesse território estava a maior parte dos escolhidos de Deus dessa era, e enviava o mensageiro falando ao povo no idioma do território.

         Se o mensageiro ministrava ao povo em uma só nação, pois falava nesse idioma; mas se ministrava em duas nações, pois ou falava no outro idioma (se sabia) ou usava um tradutor. Mas o trabalho principal desse mensageiro era no território (na nação e povo) onde se estava cumprindo essa era; aí estariam os escolhidos, as ovelhas do Senhor que escutariam a Voz de Cristo por meio do mensageiro; porque “minhas ovelhas ouvem minha Voz e me seguem”, diz o Senhor.

         Ele disse: “Eu sou o Bom Pastor, e o Bom Pastor dá Sua vida pelas ovelhas”. Ele também disse: “Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco (ou seja: que não são do aprisco hebreu), as quais também devo trazer, e ouvirão minha Voz; e haverá um rebanho, e um pastor.”

         E como vão escutar a Voz de Cristo, se Cristo morreu, ressuscitou e subiu ao Céu, e se sentou no Trono de Deus no Céu, para fazer intercessão ali? Por meio da Vinda de Cristo em Espírito Santo à Sua Igreja, manifestado no mensageiro de cada era, Cristo esteve falando à Suas ovelhas, e as esteve chamado e juntando em Seu Aprisco.

         E qual é o Aprisco do Bom Pastor? O Aprisco é a Igreja do Senhor Jesus Cristo, e o Bom Pastor é nosso amado Senhor Jesus Cristo; e esteve usando mensageiros, instrumentos de era em era, nos diferentes territórios onde Ele colocou Suas ovelhas de etapa em etapa.

         E por isso a Mensagem foi passando de um povo ao outro povo, de uma nação a outra nação, e foi passando também de um idioma ao outro idioma, e de um mensageiro ao outro mensageiro.

         E quando terminaram as sete etapas ou eras da Igreja gentia: a sétima etapa ou era foi a Era de Laodiceia, que se cumpriu na América do Norte, e o mensageiro enviado por Deus foi o reverendo William Branham; ele disse que em seguida a Mensagem passaria a outra nação, a outro povo. Isso está na página 12-A, versículo 115; aqui temos um extrato da mensagem “A forma provista por Deus”, pregada em 1963; diz [Citações]:

         115 – “E vocês creem que Jesus Cristo é o mesmo hoje e para sempre, e eu estou aqui para fazer conhecer Sua Obra e Sua forma. Durante os 15 ou 16 anos que estive no campo, fui muito relutante a estas coisas. Mas aí vem uma hora quando algo está se arrumando para acontecer. A Mensagem irá a outra nação, a outro povo.”

         A Mensagem passaria da América do Norte a outra nação e a outro povo.

         E a Mensagem sempre passou que um povo a outro. E a que povo passou a Mensagem quando terminou em um território e em uma era? Pois passou a uma nova era, ao território onde o Espírito Santo se foi.

         Isso é como, quando Deus estava guiando o povo hebreu pelo deserto: onde estava o povo hebreu? Pois onde estava o Anjo do Pacto, a Coluna de Fogo, aí estava o povo hebreu; ele tinha que se mover para onde se movia a Coluna de Fogo, o Anjo do Pacto.

         E agora, para onde foi se movendo a Coluna de Fogo, o Anjo do Pacto, aí esteve o povo de Deus de cada era, e foram chamados e juntados de era em era; aí se cumpriu a era correspondente a esse tempo. Mesmo que algumas vezes, há alguns que estão em outros territórios, mas até lá lhes chega a Mensagem; mas a maioria está nesse território.

         E agora, da América do Norte, vejam vocês, onde esteve a Mensagem e o mensageiro e o Anjo do Pacto na sétima era da Igreja gentia…; porque o Anjo do Pacto, com a Mensagem correspondente a cada tempo, foi se movendo de território em território.

         Da Ásia Menor, onde esteve através de São Paulo manifestado, se moveu à Europa: se moveu á França, e depois da França à Hungria, e da Hungria à Irlanda e Escócia; e da Irlanda e Escócia se moveu à Alemanha, onde enviou Lutero; e da Alemanha se moveu á Inglaterra, onde enviou Wesley; e da Inglaterra se moveu à América do Norte.

         Agora vejam como na Europa teve cinco manifestações em cinco eras por meio de cinco mensageiros; ali teve cinco manifestações, o Anjo do Pacto, Jesus Cristo falando em diferentes idiomas através dos mensageiros que Ele enviou. Mas agora, encontramos que da Europa passou a América do Norte e falou em inglês.

         E agora, a Terceira Etapa, para o cumprimento da Visão da Carpa, está em um idioma desconhecido ao sétimo anjo mensageiro da sétima era da Igreja gentia. Esse idioma tem a ver com o território aonde iria o Espírito Santo, o Anjo do Pacto, e esse é o território para onde iria a Mensagem; porque a Mensagem passaria, iria a outra nação e a outro povo.

         E a Mensagem somente pode ir onde estiver; aonde o Anjo do Pacto for; e aí é onde Ele levanta um mensageiro e através desse mensageiro se manifesta, e fala através desse mensageiro no idioma desse mensageiro; e por meio desse mensageiro revela as coisas que tem que revelar nessa era e nesse território, e com essa Mensagem chama e junta os escolhidos que Ele tem nesse território. E se alguém foi a outro território, até lá chega a Mensagem.

         E agora podemos ver que o Espírito Santo, o Anjo do Pacto, foi da Ásia Menor para a França, e da França para a Hungria, e da Hungria para a Irlanda e Escócia, e da Escócia e Irlanda para a Alemanha, e da Alemanha à Inglaterra, e da Inglaterra à América do Norte; e da América do Norte, aonde? À América Latina e o Caribe.

         No continente europeu teve cinco eras, mas no continente americano tem a sétima era; a Era de Laodiceia, na parte norte, na América do Norte. E tem, na América Latina e o Caribe, a Era da Pedra Angular; e é aí onde o Espírito de Cristo se move; o Anjo do Pacto, para enviar Seu Anjo Mensageiro, e por meio do Seu Anjo Mensageiro nos dar a Mensagem Final, a Mensagem do Evangelho do Reino, a Mensagem para todo povo, nação, língua e reis.

         Por isso é que Cristo, o Anjo do Pacto, quando desceu do Céu em Apocalipse, capítulo 10, com o Livrinho aberto em Sua mão, o deu a comer a João o apóstolo, o qual é tipo e figura tanto do Anjo do Senhor Jesus Cristo no Último Dia…, o qual estará com a Igreja do Senhor Jesus Cristo; e Seu Anjo o come e o compartilha com a Igreja do Senhor Jesus Cristo dando a Mensagem que é para todo povo, nação, língua e reis.

         E essa Mensagem contém toda a revelação divina de todas as coisas que hão de acontecer neste tempo final, toda a revelação divina de todas essas profecias apocalípticas correspondentes a este tempo final.

         E esse é o Anjo que vem com o Evangelho Eterno; mas tudo isto foi refletido ― o Anjo Mensageiro vindo com o Evangelho Eterno ― foi refletido também em Lutero, pregando a Mensagem lá na Alemanha; e em cada mensageiro Cristo refletiu o que Ele faria por meio do Seu mensageiro no Último Dia, por meio do Seu Anjo Mensageiro.

         E agora, para este tempo final o Evangelho passou da América do Norte à América Latina e o Caribe, passou do povo norte-americano a outro povo: ao povo latino-americano e caribenho, para nos revelar todas estas coisas que em breve devem acontecer, e nos preparar para sermos transformados e raptados, e levados com Cristo à Ceia das Bodas do Cordeiro. E em seguida a Mensagem irá de regresso ao leste, ao povo hebreu.

         Agora podemos ver o mistério de A MENSAGEM QUE SERÁ PREGADA A TODO POVO, NAÇÃO, LÍNGUA E REIS: é a Mensagem do Evangelho do Reino.

         Por isso quando João, tipificando o mensageiro do Último Dia, tomou o Livrinho e o comeu… Vejam; o Livrinho que ninguém podia nem olhar no Céu, porque ninguém era digno no Céu nem na Terra nem debaixo da Terra para tomar esse Livro e abrir seus Selos, nem sequer ninguém era digno para olhar esse Livro…; mas Cristo quando apareceu ― o único digno ― tomou, abriu-o, e em seguida o traz à Terra e o entrega a um homem, a um homem redimido pelo Sangue de Cristo; o qual naquele tempo foi João o apóstolo, representando o Anjo do Senhor Jesus Cristo que estará no Último Dia para receber o Anjo Forte que desce do Céu com o Livrinho aberto, para receber d’Ele o Livrinho aberto e comê-lo.

E agora, podemos ver que nesse Livrinho aberto estava o que tinha acontecido durante as diferentes eras da Igreja do Senhor Jesus Cristo; tanto era mostrado a Obra que Cristo esteve fazendo de era em era como também a oposição do diabo contra a Obra de Cristo; aí estava escondido, nesses símbolos apocalípticos.

         E para este tempo final tudo o que acontecerá está escondido também nesses Selos. Por exemplo: no Quarto Selo; no Quinto Selo também (uma parte do Quinto Selo); e também no Sexto Selo: os ministérios de Moisés e Elias; e no Sétimo Selo: a Vinda de Cristo, do Anjo Forte, e o ministério de Cristo, do Filho do Homem, se repetindo no Último Dia.

         Mas estes mistérios destas coisas que devem acontecer neste tempo final, que estão contidas aí nesses Selos, que correspondem a este tempo e estão aí colocados em símbolos, encontramos que não podem ser abertos, revelados à Igreja pelos anjos mensageiros das eras passadas, mas que seriam revelados estes mistérios à Igreja de Jesus Cristo por Jesus Cristo através do Seu Anjo Mensageiro.

         Por isso as palavras de Cristo em Apocalipse, capítulo 4, versículo 1, onde diz: “Sobe aqui…”, com essa Voz de Trombeta diz: “Sobe aqui, e eu te mostrarei as coisas que hão de acontecer depois destas”. As coisas que acontecerão depois destas, depois das eras da Igreja.

         E agora, Cristo prometeu revelá-las, portanto tem que ter um instrumento na Terra através do qual as estará revelando. E esse instrumento, diz Apocalipse, capítulo 22, versículo 6, que é o Anjo do Senhor, o Anjo de Jesus:

         “E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras (por quê? Porque são a Palavra de Deus, a Voz de Cristo). O Senhor, o Deus dos espíritos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.”

         A quem envia? A quem enviou? O Seu Anjo Mensageiro. Nenhuma pessoa poderá conhecer estas coisas que em breve devem acontecer, as quais estão aqui nestes símbolos apocalípticos, a menos que seja escutando a Voz de Cristo através de Seu Anjo Mensageiro. Para isso Ele envia Seu Anjo Mensageiro: para manifestar aos Seus servos as coisas que em breve devem acontecer.

         Este Anjo Mensageiro vem com uma Mensagem profética para a Igreja do Senhor Jesus Cristo e para todo povo, nação, língua e reis; vem com a Mensagem Final de Deus; e essa é uma Mensagem profética, essa é a Mensagem do Evangelho do Reino por meio do Anjo do Senhor Jesus Cristo ungido com o Espírito Santo.

         Portanto, ele não falará nada de si mesmo, não dará suas próprias interpretações, porque não terá nenhuma interpretação de si mesmo, mas que dará a revelação divina que Jesus Cristo der a ele; a qual colocará em sua alma, em seu coração, em sua mente e em todo seu ser, e em sua boca, para falá-la ungido com o Espírito Santo.

         Portanto, será uma Palavra ungida pelo Espírito Santo, será a Palavra de Deus, e, portanto será uma Palavra criadora: a Palavra criadora de Deus; para com essa Palavra criadora de Deus nos revelar todas estas coisas que em breve devem acontecer; e revelará todas estas coisas que em breve devem acontecer às nações também, povos e línguas; ou seja: as coisas que acontecerão às nações, aos povos, às línguas e aos reis da Terra, também este Anjo Mensageiro as revelará, e o porque acontecerão essas coisas a povos, nações e línguas.

         Para uns: juízos divinos, e para outras pessoas: bênçãos divinas; porque virá dando testemunho de todas as coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final; portanto virá dando testemunho das bênçãos divinas para os filhos e filhas de Deus e para o povo hebreu, e virá dando testemunho também dos juízos divinos que hão de cair sobre a raça humana neste tempo final.

         E virá dando testemunho da ressurreição dos mortos em Cristo e da transformação de nós os que vivemos. E virá dando testemunho da Segunda Vinda de Cristo, dando testemunho do mistério da Segunda Vinda de Cristo; e abrindo assim esse mistério à Igreja do Senhor Jesus Cristo, para assim ter a fé, a revelação, para a Igreja ser transformada e cada indivíduo como pessoa, e ser levado com Cristo à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu.

         Agora, vimos “A MENSAGEM QUE SERÁ PREGADA A TODO POVO, NAÇÃO, LÍNGUA E REIS” no Último Dia, ou seja: no sétimo milênio.

         Se acrescentarmos ao calendário os anos de atraso que tem, já estamos no sétimo milênio. E é no sétimo milênio, que é o Último Dia, onde Cristo levantará em corpos incorruptíveis, ressuscitará em corpos incorruptíveis, os crentes n’Ele que partiram durante estes tempos passados, e nos transformará nós os que estamos vivendo; e todos seremos à imagem e semelhança do nosso amado Senhor Jesus Cristo, iguais a Ele: com um corpo físico eterno e glorificado, e com um corpo teofânico dentro desse corpo físico.

         Portanto, teremos um corpo interdimensional, que pode passar a qualquer dimensão sem necessidade de algum equipamento mecânico ou científico.

         Vejam, quando Cristo subiu ao Céu não disse: “vão, tirar uma passagem em tal linha aérea” ou “vão, prepararem-me a viagem em um foguete que saia para a Casa do meu Pai celestial”. Veem? Ele subiu ao Céu; uma nuvem o tirou do meio deles e da vista deles, e desapareceu.

         Agora, podemos ver que tendo um corpo dimensional, Cristo saiu desta dimensão e passou a outra dimensão; e foi à Casa do nosso Pai celestial para fazer intercessão por todos os que têm seus nomes escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro.

         E agora nós também teremos um corpo interdimensional, que poderá passar às diferentes dimensões. E viajando através das diferentes dimensões, uma viagem que pode levar milhões de anos para o ser humano, deste planeta Terra a outra galáxia, a um planeta de outra galáxia, a um escolhido de Deus quando estiver - quando estivermos no novo corpo, levará o tempo que nos leva mover (talvez) um pé ou muito menos.

         Agora, como será isso? Vejam; o tempo que pode levar a você viajar em outra dimensão, daqui de onde eu estou onde você está, é o mesmo tempo que pode levar viajar deste planeta Terra ao planeta mais longínquo da galáxia mais longínqua. Por quê? Porque viajaremos à velocidade do pensamento.

         E quanto tempo você leva para pensar que você estando ali estará aqui? E agora, leva mais tempo pensar, estando aqui, estar no planeta mais longínquo da galáxia mais longínqua? Não: leva o mesmo tempo.

         Pois essa é a quantidade de tempo que levará viajar de um planeta a outro ou de uma galáxia a outra.

         Agora, veem o simples que é tudo? Quando estivermos no novo corpo falaremos disso com mais detalhe.

         Agora, vejam vocês, Cristo também, estando os discípulos com as portas fechadas, entrou. Por quê? Porque é um corpo interdimensional.

         E estando em um corpo interdimensional, uma pessoa pode criar também o que tiver que criar. Se somos filhos e filhas de Deus, filhos do Criador, quando estivermos adotados também poderemos criar pela Palavra criadora sendo falada.

         Agora, estes são mistérios do Reino de Deus, mas que são tão simples que olhando assim em forma simples, em forma singela é que podemos compreende-los. Se quebrarmos a cabeça procurando as fórmulas científicas de como fazer para que as coisas aconteçam, nunca encontraríamos a forma; mas crendo é que se realiza o que Deus prometeu.

         E para o que creem, quantas coisas são possíveis? Todas as coisas são possíveis para o que crê! E para Deus, quantas coisas são possíveis? Para Deus não há nada impossível: todas as coisas são possíveis para Deus.

         Assim que podemos ver as grandes bênçãos que Cristo tem para cada um de vocês, e para quem mais? Para mim também.

         E agora, vimos nesta tarde ou nesta noite: “A MENSAGEM QUE SERÁ PREGADA A TODO POVO, NAÇÃO, LÍNGUA E REIS”. E é nossa Mensagem: a Mensagem do Evangelho do Reino, a Mensagem da Era da Pedra Angular, a qual vai em uma forma progressiva, a qual vai obtendo mais e mais Luz cada dia.

         Como o dia: à medida que o sol vai se levantando, vai nascendo, o dia vai obtendo mais luz. E o dia Milenial, o Último Dia diante de Deus, que é o sétimo milênio, vai obtendo mais e mais Luz à medida que Cristo vai nos dando mais e mais Luz neste Último Dia.

         Agora, podemos ver que a mesma Luz que resplandece e o mesmo Sol que resplandece e ilumina no oeste no tempo da tarde, é o que em seguida sai pelo leste; portanto, a mesma Luz que a Igreja do Senhor Jesus Cristo recebe de Cristo, o Sol de Justiça, neste tempo final, é a mesma Luz que o povo hebreu pelo leste receberá: a mesma Mensagem de Luz, revelando todas as coisas que devem acontecer; e mostrará ao povo hebreu o mesmo que nos mostra: a mesma Mensagem para a Igreja do Senhor Jesus Cristo no Último Dia, na Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino, na América Latina e o Caribe: a mesma Mensagem para o povo hebreu e para toda nação, povo, língua e reis.

         E essa Mensagem continuará por todo o Reino Milenial de Cristo, e essa Mensagem continuará para toda a eternidade, porque é a Mensagem do Evangelho Eterno para todo povo, nação, língua e reis.

         E sob essa Mensagem, toda revelação divina prometida para Sua Igreja e para o povo hebreu, e para toda nação, povo e língua e reis, será trazida toda revelação por meio dessa Mensagem e esse mensageiro do Senhor Jesus Cristo.

         Agora podemos ver o mistério de “A MENSAGEM QUE SERÁ PREGADA A TODO POVO, NAÇÃO, LÍNGUA E REIS” no sétimo milênio, ou seja: no Último Dia diante de Deus, que é o sétimo milênio de Adão até aqui e é também o terceiro milênio de Cristo até aqui.

         Esse é o Último Dia diante de Deus; porque um dia diante de Deus, para os seres humanos é um milênio, é um dia Milenial, são mil anos. Segunda de Pedro, capítulo 3, versículo 8, e o Salmo 90, versículo 4, esse Salmo que é do profeta Moisés.

         E agora, as cordas nos caíram em lugares deleitosos, e grande é a herança que nos correspondeu. A bênção de Deus passou da sétima era da Igreja gentia à Era da Pedra Angular; e da Dispensação da Graça está passando à Dispensação do Reino, porque está se entrelaçando a Dispensação do Reino com a Dispensação da Graça.

         E em breve os mortos em Cristo ressuscitarão: ressuscitarão em uma nova Dispensação, a Dispensação do Reino; como os Santos do Antigo Testamento ressuscitaram em uma nova Dispensação.

         Os Santos do Antigo Testamento; vejam vocês, ressuscitaram na Dispensação da Graça com Cristo quando ressuscitou; Dispensação que estava se entrelaçando ali. E para este tempo final, os Santos do Novo Testamento ressuscitarão na Dispensação do Reino, que está se entrelaçando com a Dispensação da Graça, ressuscitarão na Era da Pedra Angular; pois nas sete eras encontramos que os Santos do Novo Testamento não ressuscitaram, porque é para a Era da Pedra Angular. Como foi para a Era da Pedra Angular da Primeira Vinda de Cristo, que ressuscitaram os Santos do Antigo Testamento.

         Para a Era da Pedra Angular da Segunda Vinda de Cristo, ressuscitarão os Santos do Novo Testamento: Quando tiver se completado a Obra de Cristo, o Anjo do Pacto, o Espírito Santo através do Seu Anjo Mensageiro, então Cristo o adotará e será transformado, e nós os que vivemos seremos transformados e os mortos em Cristo ressuscitados, e todos seremos adotados: como filhos e filhas de Deus com corpos eternos, e haverá uma manifestação plena do poder de Deus.

         Durante esse tempo, que será curto, de 30 a 40 dias, todo o poder divino estará na Igreja de Jesus Cristo, mas as portas dos gentios terão se fechado. As virgens prudentes já estarão com o Esposo, e as portas estarão fechadas. Mas Cristo estará manifestado por meio do Seu Anjo Mensageiro em toda Sua plenitude nesse tempo, no meio da Sua Igreja, e será a manifestação plena de Jesus Cristo no meio da Sua Igreja.

         O poder de Cristo em toda Sua plenitude estará manifestado no meio da Sua Igreja, mas será somente um curto tempo; mas com essa manifestação de Cristo, o Anjo do Pacto, o Espírito Santo no meio da Sua Igreja, será estremecido o planeta Terra completo: todo povo, nação, língua e reis.

         E a Mensagem que acompanha essa manifestação…, ou essa manifestação acompanhará à Mensagem. Primeiro vem a Mensagem e em seguida a vindicação ou confirmação de Deus: de que essa é a Mensagem verdadeira de Deus para este tempo final.

         E agora, com essa manifestação plena haverá um chamado: o chamado para os 144.000 hebreus, e também as virgens insensatas serão beneficiadas; porque essa Terceira Etapa manifestada em toda sua plenitude será para a Noiva (a Igreja de Jesus Cristo), será para as virgens fátuas também (ou insensatas) e também será para o mundo, que estará vendo a manifestação de Cristo em toda Sua plenitude, mas já não haverá oportunidade de salvação para o mundo.

         E aí o povo hebreu verá essa manifestação e dirá: “Este é o que nós estamos esperando”. Reconhecerá o Anjo do Pacto, o Anjo do Senhor, vindo no tempo final e se manifestando por meio do Seu Anjo Mensageiro, e dirá: “Este é quem nós estamos esperando”. Verão Cristo manifestado em Seu Anjo Mensageiro.

         Mas o Anjo não é o Senhor Jesus Cristo. O Anjo somente é o Mensageiro do Senhor Jesus Cristo, um redimido com o Sangue de Jesus Cristo, que estará vivendo neste tempo final no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo; ele terá o ministério do Último Dia, o dom ministerial do Último Dia, e terá a Mensagem do Último Dia, a Mensagem do Evangelho do Reino, para toda nação, povo, língua e reis.

         Vimos a Mensagem para todo povo, nação, língua e reis; e vimos o mensageiro também, quem é o mensageiro; e vimos quem é o que dá ao mensageiro essa Mensagem: vimos que é o Anjo do Pacto, Jesus Cristo em Espírito Santo em Seu Anjo Mensageiro, dando essa Mensagem para todo povo, nação, língua e reis.

         E vimos que essa Mensagem é o conteúdo desse Livrinho aberto que ele come, o qual foi tipificado em João comendo esse Livrinho aberto.

         Assim como veio o Arcanjo Gabriel ao profeta Daniel e deu com esses símbolos a revelação das coisas que iam acontecer; mostrou o reino dos gentios na estátua que o rei Nabucodonosor viu, e também nas diferentes bestas que mais adiante mostrou em visões, e lhe disse: “Eu te direi o que está escrito no Livro da Verdade.”

         Ou seja: que veio com a revelação do Livro da Verdade, o Anjo Gabriel; o qual; vejam vocês, apareceu também em diferentes ocasiões: apareceu à virgem Maria também e ao sacerdote Zacarias, e falou tanto de João Batista como de Jesus, os quais nasceriam na terra de Israel. E este Anjo foi quem apareceu ao profeta Daniel e revelou todas essas coisas que iam acontecer.

         E para este tempo final, assim como o Arcanjo Gabriel veio ao profeta Daniel e revelou todas essas coisas do Livro da Verdade, vem Cristo, o Anjo do Pacto, o Anjo Forte que desce do Céu, vem em Espírito Santo em e ao Seu Anjo Mensageiro, e revela ao Seu Anjo Mensageiro todas essas coisas hão de acontecer, as quais estão no livro de Apocalipse em símbolos; e em seguida coloca essa Palavra na boca de Seu Anjo, e unge o Seu Anjo, e fala por meio de Seu Anjo todas estas coisas que devem acontecer, as quais estão no Livro da Verdade, o Livro dos Sete Selos.

         Agora, vejam como vem o Anjo do Pacto, Cristo, o Espírito Santo, à Sua Igreja: vem manifestado em Seu Anjo Mensageiro para revelar todas estas coisas que em breve devem acontecer, como veio o Arcanjo Gabriel a Daniel revelando todas as coisas que iam acontecer.

         Mas recordem que o Anjo não é o Senhor Jesus Cristo; o Anjo somente é um redimido pelo nosso amado Senhor Jesus Cristo no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo, com a Mensagem para todo povo, nação, língua e reis.

         Foi para mim um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião, lhes dando testemunho de “A MENSAGEM QUE SERÁ PREGADA A TODO POVO, NAÇÃO, LÍNGUA E REIS”.

         Viram o simples que é tudo?

         E agora podemos dizer: A Mensagem que será pregada a todo povo, nação, língua e reis é a Mensagem do Evangelho do Reino; é a Mensagem que primeiramente Cristo nos dá por meio do Seu Anjo Mensageiro.

         Que as bênçãos de Cristo, o Anjo do Pacto, sejam sobre todos vocês e sobre mim também; e em breve se complete o número dos escolhidos de Deus, e em breve os mortos em Cristo sejam ressuscitados e nós os que vivemos sejamos transformados; e seja efetuada essa manifestação plena de Deus em 30 a 40 dias, e sejamos levados à Ceia das Bodas do Cordeiro antes de começar a grande tribulação. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

         Muito obrigado por vossa amável atenção, amados amigos e irmãos presentes, e telespectadores.

         Que Deus os abençoe, que Deus os guarde; e se mantenha cada um agarrado bem de Cristo, o Anjo do Pacto, porque em breve seremos transformados.

         Não sabemos o ano, mas sim sabemos que Ele o prometeu para o Último Dia. E em algum ano do sétimo milênio, do Último Dia, que já começou se acrescentarmos ao calendário os anos de atraso que tem…; e se não, pois somente falta: para algumas pessoas, o que falta deste ano; para outros, pois falta um ano, mais os meses que falta para terminar este ano, para começar o próximo milênio.

         Mas não importa se é como pensam alguns ou se é aplicando o calendário profético de 360 dias ao ano. Se é conforme a esse calendário, o calendário atual está muito atrasado e já estamos no sétimo milênio, no Último Dia diante de Deus.

         Mas em algum ano do Último Dia, do sétimo milênio, nós seremos transformados quando os mortos em Cristo ressuscitarem; e iremos daqui à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu.

         É uma promessa divina, para quem? Para cada um de vocês, e para quem mais? Para mim também, e para os Santos que partiram.

         Este é o tempo maior e glorioso de todos os tempos para a Igreja do Senhor Jesus Cristo e, consequentemente, para cada um de vocês e para mim também. Nos correspondeu viver no tempo final, no Último Dia, para receber todas estas bênçãos que Cristo prometeu a Sua Igreja. Este é o tempo maior e glorioso de todos os tempos.

         E assim como o povo hebreu seguia o Anjo do Pacto quando foi libertado por Moisés e foi levado até a terra prometida, assim também nós seguimos o Anjo do Pacto no Novo Testamento, que é nosso amado Senhor Jesus Cristo; e podemos dizer: “Eu sigo ao Anjo do Pacto, a Jesus Cristo. Sigo Jesus Cristo. Isso é seguir ao Anjo do Pacto, ao Anjo do Senhor, no Novo Testamento.”

         Sigo a Jesus Cristo! Amém e amém.

         “A MENSAGEM QUE SERÁ PREGADA A TODO POVO, NAÇÃO, LÍNGUA E REIS”.

         [Revisão junho 2020]

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã". Apocalipse 22:16