O Caminho para a Vida Eterna - CULTO AO VIVO: "COMENDO DA ARVORE DA VIDA" - 29 DE MAIO DE 2020

"COMENDO DA ARVORE DA VIDA" - 29 DE MAIO DE 2020

Reprodução da transcrição disponível em: https://mensajes.carpa.com/mensajes/1998/11/comiendo-del-arbol-de-la-vida-2/?lang=pt-br

Muito boa noite amados amigos e irmãos presentes. É para mim um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião, para compartilhar com vocês este tema anunciado no jornal: “COMENDO DA ÁRVORE DA VIDA”.

         Para o qual quero ler em Apocalipse, capítulo 2, versículo 7, onde nos diz:

         “Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida que está no meio do paraíso de Deus.”

         Nosso tema para esta ocasião, como lhes disse, é: “COMENDO DA ÁRVORE DA VIDA”.

         E nos perguntamos: “Há a possibilidade neste tempo de comer da Árvore da Vida?” Sim. “E onde está a Árvore da Vida?” Aqui diz: “… no meio do paraíso de Deus.”

         Assim como no Jardim do Éden encontramos a Árvore da Vida, no capítulo 2, versículo 9, onde nos diz:

         “E o Senhor Deus fez brotar da terra toda árvore agradável à vista, e boa para comida, e a árvore de vida no meio do jardim, e a árvore da ciência do bem e do mal.”

         Em seguida, no capítulo 3, do mesmo livro de Gênesis, versículos 22 ao 24, encontramos mencionado aqui, em duas ocasiões mais, a Árvore da Vida:

         “Então, disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal (isto foi depois da queda do ser humano); ora, pois, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma, e viva eternamente,

o SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra, de que fora tomado.

E, havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida.”

         Agora vejam que Deus tirou do Jardim do Éden o ser humano para que não estendesse sua mão e comesse da Árvore da Vida; pois o ser humano já caído, se comesse da Árvore da Vida, viveria eternamente; e Deus não quer que o ser humano viva em uma condição caída, viva como pecador, eternamente. Ele deseja que o ser humano seja limpo de todo pecado, e coma da Árvore da Vida e viva, mas não viva como um pecador, mas como um filho ou uma filha de Deus, limpo, ou limpa de todo pecado.

         Agora, no livro de Apocalipse encontramos que aparece também a Árvore da Vida.

         Três vezes aparece em Gênesis a Árvore da Vida, e três vezes também no livro de Apocalipse. Ou seja: que no primeiro livro da Bíblia (o Gênesis) aparece três vezes, e no último livro da Bíblia (o Apocalipse) aparece três vezes também.

Vamos ver   aqui. Lemos no capítulo 2, versículo 7, de Apocalipse, onde aparece e onde Deus diz que dará de comer ao Vencedor: lhe dará “a comer da árvore da vida que está no meio do paraíso de Deus”. E agora no capítulo 22, versículo 2, de Apocalipse, diz:

         “No meio da sua praça e de uma e da outra banda do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a saúde das nações.”

         E também no capítulo 22, versículo 14, diz:

         “Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que tenham direito à árvore da vida e possam entrar na cidade pelas portas.”

         Agora, são bem-aventurados os que lavam suas roupas, ou seja: são bem-aventurados os que recebem Cristo como seu Salvador e lavam seus pecados no Sangue de Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus, e recebem o Espírito de Cristo; e assim comem da Árvore da Vida para viverem eternamente.

         Vejam a forma de comer da Árvore da Vida; porque esta Árvore da Vida no livro de Gêneses e no livro de Apocalipse é o Senhor Jesus Cristo: “Nele estava a Vida, e a Vida era a Luz dos homens”, ou seja: em Jesus Cristo.

         Por isso também é que Cristo sempre esteve nos dizendo: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; e ninguém vem ao Pai, mas sim por mim.”

         Esta Árvore da Vida é o Senhor Jesus Cristo. Por isso também Ele disse: “Eu sou o Pão vivo que descendi do Céu”. E Ele disse: “E o que come deste Pão, viverá eternamente.”

         Não há duas vidas, duas vidas eternas; somente uma, e é Cristo. E não há uma árvore literal da vida por um lado, e Cristo por outro oferecendo vida eterna também; é o mesmo Jesus Cristo a Árvore da Vida.

         Na Escritura encontramos que Deus representa os seres humanos em árvores. E agora sim podemos compreender esse mistério da Árvore da Vida, já que Cristo representa o ser humano em árvores também.

         Por exemplo: nos ensina que os filhos de Deus estão representados no trigo e os filhos do maligno estão representados no joio.

         Também o profeta João Batista nos diz no capítulo 3 de São Mateus sobre os seres humanos, nos diz da seguinte maneira: versículos 10 em diante diz:

         “E também, agora, está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo.”

         Do que está falando aqui? De seres humanos, representados em árvores.

         E em seguida encontramos também… No versículo 12 deste mesmo capítulo 3 de São Mateus, diz:

         “Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará.”

         Do que está falando aí? De seres humanos; do trigo, que são os filhos de Deus, os quais são recolhidos e colocados no Celeiro de Deus para viverem eternamente.

         Também o salmista falou dos seres humanos e os representou em árvores; e falou de Cristo e também de todos os filhos de Deus, e os representou em árvores. Por exemplo: diz: no Salmo 1, versículo 1 em diante (versículo 1 ao 3), diz:

         Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.

         Antes, tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.

         Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará.”

         Vejam como o salmista compara os justos com a árvore plantada junto a ribeiros de água, que dá seu fruto a seu tempo, e sua folha não cai. Também Cristo está representado nesta árvore da qual fala o salmista.

         Agora, vimos que Deus representa os seres humanos com as árvores ou em árvores e, consequentemente, a Árvore da Vida é nosso amado Senhor Jesus Cristo; porque não é um assunto de que alguém encontre uma árvore literal e que seja uma árvore de vida eterna.

         A única vida eterna é Deus; e essa vida eterna se manifestou em forma humana, se manifestou em carne humana, e foi conhecido pelo nome de Jesus Cristo. Deus, Emanuel, que traduzido é: Deus conosco. A Vida Eterna foi manifestada em forma humana no corpo chamado Jesus.

         Por isso São João, capítulo 1, versículo 1 em diante, nos diz:

         “No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

Ele estava no princípio com Deus.

Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.

Nele, estava a vida e a vida…”

         Onde estava a Vida? Nele, no Verbo, que estava com Deus e era Deus, e criou todas as coisas. “No princípio criou Deus os céus e a terra.”

         Ou seja: o Verbo, que estava com Deus e era Deus, criou todas as coisas; e nele estava a Vida. A vida eterna onde estava? Em Deus, no Verbo que estava com Deus e era Deus.

         E agora vejam, diz:

         “Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.”

         E continua dizendo:

         “e a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam.

         Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João (ou seja: João Batista).

         Este veio para testemunho, para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele.

         Não era ele a luz, mas veio para que testificasse da luz.

         E ali estava a luz verdadeira, que alumia a todo homem que vem mundo.”

         Essa Luz verdadeira, o Verbo que estava com Deus e era Deus, e criou todas as coisas, vinha a este mundo. E agora, como vinha?

         “estava no mundo, e o mundo foi feito por ele e o mundo não o conheceu.

         Veio para o que era seu (ou seja: ao povo hebreu), e os seus não o receberam (o rejeitaram e pediram Sua morte na Cruz do Calvário).

         Mas a todos quantos o receberam, deu-lhes poder de serem feitos filhos de Deus: aos que creem no seu nome,

         os quais não nasceram do sangue, nem de vontade de carne, nem de vontade de varão, mas de Deus.”

         Gerados não de vontade humana, mas da vontade divina. Isso é o novo nascimento, para todos aqueles que recebem Cristo como seu Salvador, lavam seus pecados no Sangue de Cristo e recebem Seu Espírito Santo; e assim recebem o novo nascimento, e nascem no Reino de Deus, e se tornam parte da Igreja do Senhor Jesus Cristo.

         Ninguém pode entrar na Igreja de Jesus Cristo a menos que seja por meio do novo nascimento: crendo em Cristo como nosso Salvador e lavando nossos pecados no Sangue de Jesus Cristo nosso Salvador e recebendo Seu Espírito Santo.

         E agora, disto foi que Cristo falou a Nicodemos quando lhe disse: “Em verdade, em verdade te digo, que o que não nasça de novo, não pode ver o Reino de Deus”, ou seja: não o pode entender. Nicodemos lhe diz: “Como se pode fazer isto? Pode acaso o homem, já sendo velho (porque Nicodemos já estava avançado em idade), pode acaso entrar no ventre de sua mãe, e nascer de novo?”. E se a mãe de Nicodemos estivesse já velhinha ou tivesse morrido; para Nicodemos isto que Jesus lhe dizia era um pouquinho complicado.

         Mas Jesus não está falando de nascer de novo por meio de uma mulher, não lhe está falando de nascer de novo por meio de carne ou sangue, mas por meio do Espírito de Deus; e por isso diz… Nicodemos lhe diz: “Como pode se fazer isto? Pode acaso o homem, já sendo velho, entrar no ventre de sua mãe, e nascer de novo?” Cristo lhe diz: “Em verdade, em verdade te digo, que o que não nasça da Água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus.”

         É um requisito para entrar no Reino de Deus: nascer de novo; e isto é nascer da Água e do Espírito; e isto é crendo em nosso amado Senhor Jesus Cristo e lavando nossos pecados no Sangue de Cristo e recebendo Seu Espírito Santo; e assim se produz o novo nascimento na pessoa, e entra no Reino de Deus, e obtém um corpo teofânico da sexta dimensão, dessa dimensão chamada o Paraíso.

         E se a pessoa morre fisicamente, não tem nenhum problema: vai viver no Paraíso nesse corpo teofânico, que parece com nosso corpo, mas que é de outra dimensão. E ali não há problemas como os há aqui neste planeta Terra, nem as lutas desta vida terrena. E ali vivem até que Cristo produza a ressurreição dos mortos em Cristo, prometida para ser efetuada no Último Dia.

         Agora, em que ano do Último Dia? Não sabemos, mas é para o Último Dia, conforme as palavras do nosso amado Senhor Jesus Cristo em São João, capítulo 6, versículo 40, onde diz:

         “Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: que todo aquele que vê o Filho e crê nele tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último Dia.”

         Vejam, os que creem no Filho, em Jesus Cristo, têm, recebem vida eterna; por quê? Porque estão comendo da Árvore da Vida. É em Cristo, a Árvore da Vida, onde está a vida eterna; e por isso é que temos que comer de Cristo, a Árvore da Vida.

         Ele diz: “Quem não comer carne e beber meu Sangue, não tem vida permanente em si”, ou seja: não tem vida eterna. A vida que tem é temporária: vive um tempo aqui na Terra, e em seguida, se termina o tempo de vida neste corpo mortal, aí terminaram seus dias aqui na Terra. E se não comeu da Árvore da Vida, de Jesus Cristo, não tem esperanças de voltar a viver e de viver neste planeta Terra no glorioso Reino Milenial de Cristo. Por quê? Porque não comeu da Árvore da Vida, de Cristo; e por não comer da Árvore da Vida, não obteve vida eterna; porque a Vida somente está na Árvore da Vida, que é nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         Vê que não é um assunto de sectarismo? É um assunto de vida ou morte. Se a pessoa não come da Árvore da Vida, não tem vida permanente em si para viver eternamente, tem somente uma vida temporária; mas se comer da Árvore da Vida, diz Cristo que viverá eternamente.

         “Quem comer deste Pão, viverá eternamente”, porque Ele é o Pão vivo que desceu do Céu; e Ele é o que nos dá vida, e vida eterna.

         Não busque a vida eterna em outro lugar. “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; e ninguém vem ao Pai, se não ser por mim”. Ele é a Vida Eterna, Ele é o Caminho e Ele é a Verdade. Não há outra Verdade.

         Agora, vimos que nosso Senhor Jesus Cristo é a Árvore da Vida.

         E agora, o Verbo que estava com Deus e era Deus, onde estava a Vida, a vida eterna, o que aconteceu? Diz que vinha a este mundo, e vinha a este mundo com um propósito divino.

         “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós,…”

         O Verbo, que estava com Deus e era Deus e criou todas as coisas, e que é a Luz dos homens, vinha a este mundo; e quando veio, se fez carne e habitou entre os seres humanos, e foi conhecido pelo nome de Jesus.

         O Verbo, que estava com Deus e era Deus, onde estava a vida eterna, e Criador dos Céus e da Terra, agora estava na forma de um homem, de um profeta, no meio do povo hebreu.

         Por isso Ele podia dizer: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; e ninguém vem ao Pai, se não por mim”. E podia dizer: “Eu sou o Pão vivo que desci do Céu”, e “quem comer deste Pão, viverá eternamente.”

         Ele podia dizer também como nos disse no capítulo 6, versículo 40:

         “Porquanto a vontade daquele me enviou é esta: que todo aquele que vê o Filho e crê nele tenha vida eterna; e eu o ressuscitarei no último Dia.”

         Assim como nós necessitamos comer para alimentar nosso corpo físico, para que possa continuar vivendo (porque se não, se debilita, adoece e morre), assim também, para que nossa alma viva eternamente necessitamos comer de Cristo. E Ele é o Pão de vida eterna; e o que come deste Pão, viverá eternamente.

         E como vamos comer d’Ele? Recebendo-o como nosso Salvador, recebendo Sua Palavra, e lavando nossos pecados no Sangue de Cristo e recebendo Seu Espírito; e assim obtendo o novo nascimento e, consequentemente, a vida eterna.

         Viram o simples que é todo o Programa Divino? E está à disposição e ao alcance de todo ser humano.

         Assim como estava no Jardim do Éden, mas no Jardim do Éden não tinha se feito carne: tinha que se fazer carne para o ser humano poder comer da Árvore da Vida; mas se fez carne na pessoa de Jesus e realizou o Programa Divino para que todo ser humano possa comer da Árvore da Vida; e isto é crendo em Cristo como nosso Salvador, lavando nossos pecados no Sangue de Cristo e recebendo Seu Espírito Santo. Viram o simples que é tudo? E assim obtendo o novo nascimento.

         Assim como nascemos do papai e mamãe, e viemos fazer parte dessa família; assim, para nascer na Família de Deus, que é a Igreja do Senhor Jesus Cristo, necessitamos nascer de novo, da Água e do Espírito.

         E o que não nasça, pois não tem vida eterna; o que não nasça; então não nasceu na Família de Deus e não tem esperança de vida eterna. Mas o que nasce na Família de Deus: obtém vida eterna, e não há ninguém que possa tirar essa vida eterna que Cristo dá.

         Agora vejam o importante que é aproveitar o tempo que Deus nos dá para viver nesta Terra. Nos dá esse tempo para que nós façamos contato com a vida eterna e vivamos eternamente.

         Nem toda pessoa aproveita a oportunidade que Deus nos dá na Terra; mas há milhões de seres humanos que a aproveitaram, e têm vida eterna, e estão descansando no Paraíso, e outros ainda estão vivendo aqui na Terra e já têm vida eterna.

         Agora vejam como diz Cristo em São João, capítulo 17; versículos 20 em diante, diz:

         “Eu não rogo somente por estes, mas também por aqueles que, pela sua palavra, hão de crer em mim;

para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu, em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.

E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.

Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim e que tens amado a eles como me tens amado a mim.

Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver; também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me hás amado antes da criação do mundo.

Pai justo, o mundo não te conheceu; mas eu te conheci, e estes conheceram que tu me enviaste a mim.

E eu lhes fiz conhecer o teu nome e lho farei conhecer mais, para que o amor com que me tens amado esteja neles, e eu neles esteja.”

         Aqui podemos ver como Cristo fala sobre dos que o Pai lhe deu. E Deus, vejam vocês, desde antes da fundação do mundo, tem o seu nome e o meu nome escrito no Céu.

         Por isso é que Cristo quando fala das Suas ovelhas que o Pai lhe deu, diz que Ele as chama por seu nome. Por quê? Porque o nome de todas as ovelhas, de todos os filhos e filhas de Deus, está escrito no Céu, e está no Livro da Vida do Cordeiro. Ou seja: que não é por mera casualidade que nós vivemos aqui na Terra e não é por mera casualidade que nós recebemos Cristo como nosso Salvador: estamos escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro.

         Cristo em uma ocasião em que os discípulos que tinham sido enviados para pregar e curar doentes e expulsar fora demônios…, retornaram muito felizes dizendo a Jesus: “Olha Senhor, até mesmo os espíritos (ou seja: os demônios) se nos sujeitam no Seu Nome”, ou seja: que lhes ordenavam sair das pessoas e saíam; ordenavam no nome de Jesus Cristo. E Jesus lhes diz: “Não regozijeis disto, de que os espíritos se sujeitam em meu nome; regozijeis de que seus nomes estão escritos no Céu.”

         E se nossos nomes estão escritos no Céu, isso é o que nos dá alegria, regozijo e agradecimento a Deus, de que estão escritos no Céu para serem manifestados aqui na Terra e fazermos contato com Cristo, a Árvore da Vida, e comer d’Ele e viver eternamente. Ou seja: que estamos escritos no Céu desde antes da fundação do mundo.

         E agora, estamos aqui na Terra, no cumprimento do Programa de Deus correspondente ao nosso tempo, como estavam aqui na Terra os crentes em Cristo de outras eras passadas, e como estavam também os discípulos de Jesus Cristo e como estava também nosso Senhor Jesus Cristo.

         Todos vieram a esta Terra por causa do Programa Divino correspondente ao tempo em que eles viveram. E agora nos encontramos neste planeta Terra por causa desse propósito divino que está se realizando neste planeta Terra.

         Vejam que tudo está se realizando aqui, mas nossos nomes estão no Céu desde antes da fundação do mundo; mas tínhamos que passar por esta Terra, ainda que nestes corpos mortais, e fazer contato com a vida eterna.

         Agora, nossa estadia aqui na Terra, neste corpo mortal, é uma estadia muito importante, muito definitiva: nossa estadia aqui é para um propósito divino. Cristo disse: “Buscai primeiro o Reino de Deus e Sua justiça; as demais coisas serão acrescentadas (são os acréscimos da vida).”

         Há pessoas que se ocupam dos acréscimos da vida e de se tornarem ricos na Terra, de lutar e se fazerem algo na Terra, e se esquecem de buscar o Reino de Deus e Sua justiça, e assim fazer contato com a vida eterna, com a Árvore da Vida, e comer da Árvore da Vida para viver eternamente.

         E então o que acontece com essas pessoas é que vivem somente um lapso de tempo, de 50, 70, 90 ou 100 anos, ou cem anos e algo. E o que é isso comparado com a vida eterna? Isso é menor que um grão de areia no planeta mais distante, sendo visto, a simples vista [a olho nu], desde a Terra, ou seja: é nada.

         Agora, nós temos que aproveitar nossa estadia aqui na Terra para comer da Árvore da Vida, que é Cristo, para assim assegurar nosso futuro eterno com Cristo nosso Salvador; porque há uma vida eterna, e essa vida está em Jesus Cristo; e todos os que comem da Árvore da Vida, de Cristo, viverão com Cristo por toda a eternidade.

         Agora, vimos a importância de comer da Árvore da Vida, que é Cristo nosso Salvador. Por isso Ele veio em carne humana dois mil anos atrás, para tornar possível que o ser humano pudesse comer da Árvore da Vida.

         Vimos agora que a Árvore da Vida não era uma árvore literal, mas que era a pessoa de Jesus Cristo, o qual estava ali em Seu corpo teofânico; ainda não tinha se encarnado, mas depois se fez carne na pessoa de Jesus, e fez possível que o ser humano pudesse comer da Árvore da Vida.

         E agora, o que não coma da Árvore da Vida, perde seu direito à vida eterna. Diz que quem não crê, já é condenado, porque não creu no Filho unigênito de Deus; mas quem crê, tem vida eterna. Ou seja: que é um assunto de crer ou de não crer, porque é um assunto de vida eterna ou de morte.

         Somente duas coisas: vida eterna comendo da Árvore da Vida, ou morte se a pessoa não come da Árvore da Vida.

         Como acontece fisicamente com o alimento que nós usamos: é um assunto de vida ou morte. Se não come, chega o momento em que morre; se come, pois continua vivendo. Vê? Somente duas coisas: vida ou morte. Quando come, o alimento se converte em células do corpo por meio desses processos químicos que se realizam no corpo.

         E agora, assim é no espiritual. Não podemos dar à nossa alma um pedaço de pão literal para que coma, mas temos que dar Alimento para que coma: “E não somente de pão viverá o homem, mas de toda Palavra que sai da boca de Deus.”

         Assim que temos que receber Sua Palavra e assim comer d’Ele: crendo n’Ele, lavando nossos pecados no Sangue de Cristo e recebendo Seu Espírito, e assim nascendo de novo, e obtendo assim vida eterna.

         Tudo é tão simples que para muitas pessoas é algo inconcebível que crendo em um homem que viveu faz dois mil anos atrás, e crendo no Seu Sacrifício na Cruz do Calvário e Seu Sangue derramado ali para limpar nossos pecados, que crendo n’Ele, a pessoa possa receber o perdão dos seus pecados, ser limpo de todo pecado, e em seguida receber Seu Espírito Santo e obter vida eterna.

         Mas esse é o Programa de Deus! Assim é diante de Deus, e Deus é quem o desenhou nessa forma. E a nenhum de nos, nada custa receber vida eterna: somente comer da Árvore da Vida, e viver eternamente.

         É gratuita a comida da Árvore da Vida, é gratuita a vida eterna para todo aquele que crê em nosso amado Senhor Jesus Cristo; mas quem não crê já é condenado, porque não creu. Veem? É uma coisa de crer ou de não crer.

         Agora, podemos ver que nós temos um grande privilégio neste tempo final ao viver no tempo onde os grandes mistérios de Deus seriam abertos ao povo; mistérios que em outros tempos não tinham sido abertos.

         Temos o mistério da Primeira Vinda de Cristo, o qual foi aberto, e foi revelado o propósito da Sua Primeira Vinda: como Cordeiro de Deus para tirar o pecado do mundo.

         E estivemos — de era em era — vendo como milhões de seres humanos estiveram comendo da Árvore da Vida e obtendo vida eterna. E mesmo que seus corpos físicos morreram, sua alma se encontra no Paraíso vivendo em um corpo teofânico de outra dimensão, da sexta dimensão, que é parecido ao nosso corpo. E para o Último Dia Cristo disse: “… e eu o ressuscitarei (quando?) no Último Dia.”

         O Último Dia diante de Deus, para os seres humanos é o sétimo milênio.

         Agora, em que ano do sétimo milênio será a ressurreição? Esperemos que ocorra, e aí se levantarão todos os mortos em Cristo: não no mesmo corpo que tinham quando estiveram aqui na Terra, mas em um novo corpo; um novo corpo eterno e jovenzinho, representando de 18 a 21 anos de idade, um corpo glorificado igual ao corpo do nosso amado Senhor Jesus Cristo. E nós os que vivemos seremos transformados quando ressuscitarem os mortos em Cristo. E então todos estaremos com vida eterna física também.

         Por isso é que para este tempo final, Jesus Cristo diz:

         “Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas...” (Apocalipse, capítulo 22, versículo 16).

         E também em Apocalipse, capítulo 22, versículo 6, nos diz:

         “E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras. O Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.”

         As coisas que em breve devem acontecer, vejam vocês, são reveladas pelo Anjo do Senhor Jesus Cristo enviado por Deus, por Jesus Cristo, para lhes dar testemunho de todas estas coisas que devem acontecer; dar testemunho a todas as Igrejas e a todos os seres humanos que vivem neste planeta Terra, incluindo também ao povo hebreu.

         Esse Anjo de Jesus Cristo é o último profeta mensageiro que Jesus Cristo enviaria à Terra (o enviaria a Sua Igreja e também o enviará ao povo hebreu e ao mundo inteiro) para dar testemunho de todas estas coisas que devem acontecer neste tempo final, onde os mortos em Cristo vão ressuscitar e nós os que vivemos seremos transformados.

         Mas para que ocorra esse grande evento, Cristo em Espírito Santo vem manifestado em Seu Anjo Mensageiro, nos falando por meio do Seu Anjo Mensageiro todas estas coisas que em breve devem acontecer.

         E a Voz de Cristo em Apocalipse, capítulo 1, versículo 10 ao 11, a escutamos no Dia do Senhor. João diz, João o apóstolo diz, no capítulo 1, versículo 10 ao 11, de Apocalipse:

         “Eu fui arrebatado em Espírito, no dia do Senhor (Em que dia? No Dia do Senhor, que é o sétimo milênio ou Último Dia), e ouvi detrás de mim uma grande voz como de trombeta,”

         O que escutou?

         “… uma grande voz (é a voz de uma pessoa) como de trombeta,”

         Não foi uma trombeta literal, mas a voz de uma pessoa falando como uma trombeta, sua voz como uma trombeta, com uma Mensagem urgente.

         “… que dizia: Eu sou o Alfa e a Ômega, o primeiro e o último.”

         Quem é o Alfa e o Ômega? Quem é o primeiro e o último? Nosso amado Senhor Jesus Cristo. É a Voz de Jesus Cristo no Último Dia, no sétimo milênio no qual nós estamos vivendo, nos falando por meio do Seu Anjo Mensageiro todas estas coisas que em breve devem acontecer, e assim nos enchendo do conhecimento de todo o Programa Divino correspondente a este tempo final, e assim nos revelando os grandes mistérios de Deus correspondentes a este tempo no qual nós estamos vivendo.

         Por isso diz em Apocalipse, capítulo 4, versículo 1, com essa Voz de Trombeta diz:

         “... Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.”

         Ou seja: depois das que já aconteceram no passado, durante as sete etapas da Igreja gentia.

         Agora, as que acontecerão neste tempo final, Cristo diz que vai revelar:

         “... Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.”

         E vimos em Apocalipse 22, versículo 6, e Apocalipse 22, versículo 16, que é por meio do Seu Anjo Mensageiro que são reveladas todas estas coisas; porque em Seu Anjo Mensageiro Jesus Cristo estará em Espírito Santo manifestado falando a Sua Igreja e falando ao mundo inteiro, incluindo o povo hebreu.

         E o que estará falando? Todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final.

         Quantos sabiam que o Último Dia era o sétimo milênio? Mas já sabemos. Quantos sabiam que os últimos dias são o quinto milênio, sexto milênio e sétimo milênio? Não sabiam, mas já sabemos. E assim por diante, podemos ver inúmeros mistérios bíblicos que não conhecíamos, mas já os conhecemos.

         Quantos que leram a Bíblia desejavam saber quem era o Anjo que Jesus Cristo enviava para dar testemunho destas coisas, quem revelou a João o livro de Apocalipse?

         Todo mundo queria saber quem era esse Anjo. E agora sabemos que o Anjo do Senhor Jesus Cristo é o profeta mensageiro da Dispensação do Reino. É um profeta dispensacional com uma Mensagem dispensacional: com a Mensagem do Evangelho do Reino, através do qual Jesus Cristo estará manifestado neste tempo final falando a Sua Igreja e falando ao mundo inteiro, incluindo o povo hebreu. E será, por meio desse profeta mensageiro, que Jesus Cristo estará nos revelando todas estas coisas que devem acontecer depois das que já aconteceram em tempos passados.

         Agora, quantos sabiam que esse Anjo Mensageiro era um profeta, o profeta da Dispensação do Reino, um profeta maior? Depois do Senhor Jesus Cristo esse é o que segue, e depois seguem os demais profetas.

         E dessa classe de profeta, sabem quantos Jesus Cristo tem, quantos Deus tem? Somente tem sete profetas dessa classe [desse tipo]. São profetas dispensacionais. E esses profetas dispensacionais são sete, e os sete profetas dispensacionais são:

•        Adão, para a primeira Dispensação, a Dispensação da Inocência;

•        em seguida, o segundo profeta dispensacional é Sete, para a Dispensação da Consciência, segunda Dispensação;

•        e o terceiro profeta dispensacional é o profeta Noé, para a Dispensação do Governo Humano, que é a terceira Dispensação;

•        e o quarto profeta dispensacional é o profeta e patriarca Abraão, o pai da fé, para a quarta Dispensação, que é a Dispensação da Promessa;

•        e o quinto profeta dispensacional é o profeta Moisés, para a quinta Dispensação, a Dispensação da Lei;

•        e o sexto profeta dispensacional é nosso amado Senhor Jesus Cristo, para a Dispensação da Graça, que foi aberta por Jesus Cristo em Sua Primeira Vinda;

•        e em seguida, para a sétima Dispensação, o sétimo profeta dispensacional é o Anjo do Senhor Jesus Cristo.

         Agora, em todos estes sete profetas dispensacionais, quem é que esteve manifestado e esteve falando por meio desses profetas? Deus; em todos, esteve Deus manifestado.

         São somente sete profetas dispensacionais, e já transcorreram essas etapas onde Ele enviou seis profetas dispensacionais; e para o Último Dia, Jesus Cristo envia o sétimo profeta dispensacional, que é Seu Anjo Mensageiro.

         Por isso é que toda a revelação de Jesus Cristo, que é dada a João, quem a trouxe a João? Vejamos. Diz Apocalipse, capítulo 1, versículo 1 ao 3:

         “Revelação de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou e as notificou a João, seu servo (Por meio de quem veio a revelação de Jesus Cristo, de Apocalipse? Por meio do Anjo do Senhor Jesus Cristo),

         o qual testificou da palavra de Deus, e do testemunho de Jesus Cristo, e de tudo o que tem visto.

Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia,...”

         As palavras que este profeta mensageiro traz, este Anjo do Senhor Jesus Cristo, são palavras proféticas; é uma Mensagem profética colocada no livro de Apocalipse em forma simbólica; está colocada em símbolos, mas estes símbolos têm um significado.

         Agora, sendo que Sua Mensagem é uma profecia, as profecias quem as trazem? Os profetas de Deus. Este Anjo Mensageiro de Jesus Cristo é o profeta da Dispensação do Reino, e ministrou a João esta revelação apocalíptica ainda antes mesmo de ter o tempo do seu ministério na Terra em carne humana.

         E somente dois profetas ministraram antes de vir em carne humana à Terra: O primeiro foi nosso amado Senhor Jesus Cristo. Ele foi quem apareceu a Abraão como Elohim no dia antes da destruição do Sodoma e Gomorra, e comeu com Abraão; e também tinha aparecido anteriormente a Abraão como Melquisedeque, e deu pão e vinho a Abraão.

         Vejam, Ele é quem esteve ministrando no Antigo Testamento. E por isso é que em São João, capítulo 8, versículo 56 ao 59, de São João, diz:

         “Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se.

Disseram-lhe, pois, os judeus: Ainda não tens cinquenta anos e viste Abraão?”

         Abraão tinha vivido; centenas de anos antes que Jesus; e agora Jesus diz que Abraão desejou ver Seu dia, o viu e se alegrou.

         Isto foi quando lhe preparou uma vitela, e lhe deu também pão e leite, e preparou assim uma comida a Elohim, o qual estava com Seus Arcanjos Gabriel e Miguel. E esse era nada menos que Jesus Cristo em Seu corpo…, não em Seu corpo de carne, mas que se materializou para aparecer ao Seu amigo Abraão, junto com os Arcanjos Gabriel e Miguel; e comeram com Abraão no dia antes da destruição de Sodoma e de Gomorra.

         “Então lhe disseram os judeus: Ainda não tens cinquenta anos, e viste Abraão?

         Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que, antes que Abraão existisse, eu sou.”

         Veem? Até antes que Abraão, e antes que Noé, e antes que Matusalém, e antes que Adão também; porque Ele é o Verbo que estava com Deus e era Deus, o qual criou todas as coisas, e em seguida se fez carne e habitou no meio do povo hebreu.

         Agora, com Seu corpo de carne não tinha aparecido antes, porque esse corpo de carne foi criado no ventre de Maria: foi criada uma célula de vida, a qual se multiplicou célula sobre célula e formou esse corpo de carne que nasceu em Belém da Judéia através da virgem Maria; e nesse corpo de carne habitou o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, quem esteve com o Abraão e comeu com o Abraão.

         Aí, dentro desse corpo de carne, estava; aí estava Aquele que disse: “Antes que Abraão existisse, eu sou.”

         Mas eles pensavam no corpo de carne, e diziam: “Não pode ser possível que Jesus, com este corpo de carne, tivesse vivido no tempo de Abraão”. Pois claro que não! Mas o que estava dentro desse corpo de carne tinha vivido antes de Abraão, antes de Noé e antes de Adão também, porque é o Criador dos Céus e da Terra.

         Por isso é que vocês encontram que Jesus Cristo falava à tempestade, aos ventos, e lhes dizia: “Emudeçam”, e se acalmava a tempestade; e também caminhava sobre as águas do mar da Galileia ou lago da Galileia, e não afundava; e também criava peixes, para que Pedro pescasse os peixes, quando tinham passado a noite pescando e nada tinham pescado.

         E também multiplicava os pães e os peixes: quando os discípulos não tinham alimento para dar à multidão, e a multidão também não tinha alimento porque já tinha acabado. Jesus multiplicava os pães e os peixes, porque Ele é o Criador; e se é o Criador, podia multiplicar Sua Criação; porque Ele criou os pães e os peixes (criou as plantas de onde tiram o pão), portanto podia multiplicar os pães e também multiplicar os peixes.

         Agora vejam como Jesus tinha controle completo de toda a Criação.

         E dizia: “Ninguém me tira a vida; eu a ponho por mim mesmo para voltá-la para tomar”. Ele a pôs por Si mesmo tomando nossos pecados; era a única forma em que podia morrer, porque recompensa [salário] do pecado é morte.

         Ele não podia morrer sem ter pecado, então tomou todos nossos pecados e se fez mortal. Fez-se pecado por nós, e então, por quanto a recompensa [salário] do pecado é morte, teve que morrer; e todo o juízo divino caiu sobre Jesus Cristo: todo o juízo divino que tinha que cair sobre você e sobre mim, caiu sobre Jesus Cristo; e Ele pagou o preço da redenção: pagou por nossos pecados para que nós não tenhamos que pagar por nossos pecados e possamos viver eternamente.

         Por isso é que ao comer de Cristo, crendo n’Ele como nosso Salvador e lavando nossos pecados no Sangue de Cristo, faz-se efetivo em nós o Sacrifício de Cristo, e são tirados nossos pecados; porque o Sangue de Cristo nos limpa de todo pecado.

         Nunca se apartem do nosso amado Senhor Jesus Cristo, não importa os problemas que vocês tenham em sua vida; recordem que é um assunto de vida ou morte.

         Você garanta sua vida eterna! Não importa que outros se apartem ou que outros não queiram seguir a Cristo, recorde: é algo individual. Você tem que velar pela sua vida. E a vida eterna é o mais importante para a pessoa.

         E estando nesta Terra, nestes corpos mortais, é que fazemos contato com a vida eterna, que é Cristo, a Árvore da Vida; e comemos da Árvore da Vida e vivemos eternamente.

         Nunca se separem do nosso amado Senhor Jesus Cristo; nunca se separem da Árvore da Vida. Mantenham-se firmes, seguindo a Cristo, não importam os problemas que vocês tenham na sua vida.

         Seguir a Cristo não quer dizer que não teremos problemas. Ele disse: “Se alguém quer seguir em após mim, tome sua cruz, e me siga”. Ou seja: que Ele não nos disse que tudo ia ser cor de rosa, Ele disse que íamos ter lutas e problemas. Mas o que disse? Que iríamos ter vida eterna, que vamos viver com Ele por toda a eternidade.

         Ele disse:

         “Na Casa de meu Pai há muitas moradas; se assim não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar.

         E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez (aí está Sua Segunda Vinda), e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.”

         Para que? Para viver com Cristo por toda a eternidade.

         Vimos a importância de comer da Árvore da Vida, e permanecer com Ele todos os dias da nossa vida; porque é um assunto de vida eterna para todos nós; e não podemos perder esta oportunidade e privilégio que Ele nos dá de comer da Árvore da Vida e viver eternamente, a qual está no meio da Sua Igreja, que é o Paraíso de Deus aqui na Terra; essa é Sua Igreja, no meio da qual Ele esteve desde o dia de Pentecoste até aqui, onde nasceu a Igreja (lá, no Dia de Pentecoste).

         Ele esteve no meio da Sua Igreja, de era em era, nos dando da Árvore da Vida, nos dando vida eterna, tanto aos das eras passadas como a todos os que vivemos neste tempo final; mas cada pessoa, por quanto tem livre-arbítrio, tem que — a própria pessoa — comer; tomar e comer da Árvore da Vida.

         “COMENDO DA ÁRVORE DA VIDA. Esse é nosso tema de esta noite.

         E vimos que a Árvore da Vida veio dois mil anos atrás como Cordeiro de Deus tirando o pecado do mundo, para nos dar de comer e nos dar assim vida eterna. E para o Último Dia temos a promessa que Ele regressará: O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o mesmo que esteve em um véu de carne, dois mil anos atrás, chamado Jesus, retornará neste tempo final.

         Agora, como regressará? Regressará com Seu mesmo corpo que teve dois mil anos atrás? Ou regressará manifestado em Seu Anjo Mensageiro no Último Dia, nos dando a conhecer todas estas coisas?

         Assim como Ele esteve em cada anjo mensageiro das eras passadas, estará em Seu Anjo Mensageiro nos dando a conhecer todas estas coisas que em breve devem acontecer.

         E quando forem chamados e juntados todos os escolhidos do Último Dia e se complete a Igreja de Jesus Cristo: os mortos em Cristo ressuscitarão em corpos eternos e nós os que vivemos seremos transformados, e então veremos Jesus Cristo em Seu corpo glorificado, porque nós teremos também um corpo glorificado.

         E assim como estando nós nestes corpos mortais podemos nos ver uns aos outros (porque todos estamos em corpos mortais)…; e quando estivermos em corpos glorificados, poderemos ver Jesus Cristo em Seu corpo glorificado e a todos os mortos em Cristo, que ressuscitarão em corpos glorificados também.

         Viram o simples que é tudo? E tudo isto é para todos os que comeram da Árvore da Vida, de Jesus Cristo, no tempo em que viveram, e para nós os que vivemos neste tempo.

         Vimos o porquê é necessário comer da Árvore da Vida: é porque comendo da Árvore da Vida vivemos eternamente. E a Árvore da Vida é Cristo, e está no meio da Sua Igreja desde dia de Pentecoste, que nasceu Sua Igreja. Esse é o Jardim de Jesus Cristo: Sua Igreja, aqui na Terra.

         E podemos comer em nosso tempo da Árvore da Vida? Claro que sim, como comeram os filhos e filhas de Deus nas eras passadas: ao receber Cristo como nosso Salvador, lavar nossos pecados no Sangue de Cristo e receber Seu Espírito Santo, e assim nascer de novo; e assim estar na Sua Igreja, que é Seu Corpo Místico de crentes, recebendo Sua Palavra a cada dia; e assim crescendo espiritualmente até que cheguemos à estatura de um varão perfeito, até que cheguemos à perfeição, até que cheguemos a ser a imagem e semelhança de nosso amado Senhor Jesus Cristo.

         Por isso é que temos que estar COMENDO DA ÁRVORE DA VIDA: comendo Sua Palavra cada dia, para assim alimentar nossa alma cada dia, e continuar crescendo.

         Como as crianças: à medida que vão comendo, vão crescendo. Se um menino deixar de comer, deixa de crescer e morre, porque já não tem o alimento, que se converte em células para crescer.

         Foi para mim um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião dando testemunho da Árvore da Vida e como comer da Árvore da Vida em nosso tempo, para viver eternamente.

         Que Deus os abençoe, que Deus os guarde, e continuem passando uma noite cheia das bênçãos de Jesus Cristo.

         Passem todos muito boa noite.

         “COMENDO DA ÁRVORE DA VIDA”.

         [Revisão maio 2020]

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã". Apocalipse 22:16