O Caminho para a Vida Eterna - CULTO AO VIVO: "O DIA DO SENHOR" - 10 de abril de 2020

"O DIA DO SENHOR" - 10 de abril de 2020

Reprodução da transcrição disponível em: https://mensajes.carpa.com/mensajes/1998/10/el-dia-del-senor-4/?lang=pt-br

Muito bom dia amáveis amigos e irmãos presentes e telespectadores. É para mim um privilégio grande estar com vocês nesta ocasião, para compartilhar com vocês uns momentos de companheirismo ao redor do Programa Divino correspondente a este tempo final.

Vamos ler na Escritura, na Bíblia, no livro de Apocalipse, no capítulo 1 e versículos 10 ao 11, onde o apóstolo São João nos diz:

“Eu fui arrebatado em espírito, no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta,

que dizia: Eu sou o Alfa e a Ômega, o primeiro e o último.”

Que Deus abençoe nossas almas com Sua Palavra e nos permita entendê-la.

Nosso tema para esta ocasião é: “O DIA DO SENHOR”.

Quando nos fala aqui na Bíblia, em Apocalipse, do Dia do Senhor, no qual João o apóstolo foi em espírito (ou seja: não em corpo, mas em espírito), esse dia, vejam vocês, não é um dia de 24 horas, porque “um dia diante do Senhor é como mil anos e mil anos como um dia”, Deus diz por meio do apóstolo São Pedro na sua segunda carta; Segunda de Pedro, capítulo 3, versículo 8, diz:

“Mas, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos, como um dia.”

Também o profeta Moisés falou disto, do qual São Pedro está falando nesta passagem, e nos ensina que um dia diante do Senhor é como mil anos [Salmos 90:4]; daí foi que São Pedro tomou essa Palavra.

E agora, quando a Escritura nos fala dos últimos dias e também nos fala do Último Dia, necessitamos compreender isto bem, para assim poder compreender o significado do que São João está dizendo, quando disse que tinha estado no Dia do Senhor em espírito.

Diz Primeira de Pedro, capítulo 1, versículo 19 em diante, nos falando da forma em que fomos resgatados por Deus (que foi com o Sangue de Jesus Cristo), diz:

“mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado,

o qual, na verdade, em outro tempo, foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado, nestes últimos tempos, por amor de vós;”

Agora, fomos redimidos pelo Sangue de Cristo; e Cristo, já destinado desde antes da fundação do mundo para realizar essa Obra de Redenção na Cruz do Calvário, vejam vocês, foi manifestado; e se materializou esse Programa que estava na mente de Deus, esse Programa de Redenção, materializou-se nos últimos tempos, ou seja: nos últimos dias; e está falando desses dias em que Jesus esteve na Terra.

E agora, São Pedro assinala que esses são os últimos tempos ou últimos dias.

E vejamos o que também nos diz São Paulo na sua carta aos Hebreus, no capítulo 1, versículos 1 ao 3; diz:

“Havendo Deus, antigamente, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos, nestes últimos dias, pelo Filho,

a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo.”

Quando São Paulo diz que Deus falou por meio de Seu Filho? Diz que falou por meio de Seu Filho nos últimos dias; e já transcorreram dois mil anos de Cristo até aqui.

Vejam o que São Pedro também diz no livro dos Atos, no Dia de Pentecostes, onde a São Pedro correspondeu pregar a primeira mensagem…

E muitas pessoas que estavam ali no Dia de Pentecostes, vendo os discípulos de Jesus Cristo (os quais tinham sido cheios do Espírito Santo no Dia de Pentecostes no aposento alto), muitos pensavam que estavam bêbados; outros se perguntavam: “O que significa isto? Porque estão falando as maravilhas de Deus no idioma no qual nós começamos a falar. São todos galileus e estão falando no idioma em que nós nascemos; o idioma da nação onde nascemos”; mesmo quem fossem hebreus; a maior parte dos que estavam vendo o que estava acontecendo, mas tinham nascido em outras nações.

Porque em todas as nações há hebreus, porque foram dispersos nas diferentes ocasiões em que foram levados cativos, e ficaram em outras nações e aí se multiplicaram. E por isso há hebreus os quais na sua certidão de nascimento diz que nasceram na Inglaterra ou na França, ou na Alemanha, ou na Espanha, ou na Colômbia, ou na Bolívia, ou em Porto Rico, ou no Brasil, ou em qualquer outra nação.

Agora, podemos ver que o povo hebreu foi disperso pelo mundo inteiro, e muitos hebreus nasceram em diferentes nações gentias.

Agora, Pedro vai explicar conforme à Palavra de Deus o que está acontecendo ali:

“Pedro, porém…”

Capítulo 2, versículo 14 em diante, do livro dos Atos:

“Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a voz e disse-lhes: Varões judeus e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras.

Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, sendo esta a terceira hora do dia (era de 8 a 9 da manhã).

Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel:

E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos jovens terão visões, e os vossos velhos sonharão sonhos.”

Agora vejam o que Deus tinha prometido no Antigo Testamento por meio do profeta Joel e por meio dos outros profetas: que derramaria do Seu Espírito Santo sobre toda carne.

E no Dia de Pentecoste Deus derramou do Seu Espírito Santo sobre 120 pessoas que estavam ali esperando a vinda do Espírito Santo, e essas pessoas obtiveram ali o novo nascimento; porque nenhuma pessoa, dos que tinham seguido a Jesus, nenhum deles tinha nascido até esse momento, até o Dia de Pentecoste; nenhum deles tinha nascido antes, nenhum deles tinha nascido de novo.

E agora, é um requisito para entrar no Reino de Deus nascer de novo.

E ali nasceram de novo 120 pessoas e, consequentemente, obtiveram também o corpo teofânico da sexta dimensão. E daí em diante; são milhões de seres humanos os que receberam a Cristo como seu Salvador, lavaram seus pecados no Sangue de Cristo e receberam Seu Espírito Santo e, consequentemente, nasceram de novo; nasceram de novo e nasceram assim no Reino de Deus.

Nasceram na Igreja do Senhor Jesus Cristo, porque para pertencer à Igreja de Jesus Cristo é necessário que a pessoa nasça de novo; assim para fazer parte da família, legitimamente ser parte de uma família, a pessoa tem que nascer nessa família.

E agora, vejam como para fazer parte da Família de Deus, dos filhos e filhas de Deus, da Igreja do Senhor Jesus Cristo, é necessário que a pessoa nasça de novo; e assim nasça, consequentemente, na Família de Deus, que é a Igreja do Senhor Jesus Cristo; e isto é crendo em Jesus Cristo como nosso Salvador, lavando nossos pecados no Sangue de Jesus Cristo e recebendo Seu Espírito Santo. E assim é como a pessoa obtém o novo nascimento e a pessoa obtém vida eterna.

Cristo disse [São João 5:24]:

“... quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.”

Todo ser humano necessita conhecer o propósito de sua vida aqui na Terra; e conforme aos ensinamentos de Jesus, o ser humano necessita nascer de novo para assim entrar em Reino de Deus; e somente pode acontecer isso na sua vida recebendo a Cristo como seu Salvador, lavando seus pecados no Sangue de Cristo e recebendo Seu Espírito Santo. Ou seja: que há um Programa Divino estabelecido para obter as bênçãos de Deus.

E agora, quando Deus derramaria do Seu Espírito Santo sobre toda carne? São Pedro diz que é para os últimos dias.

E agora, vocês vejam, a vinda do Espírito Santo está prometida para os últimos dias; e também Deus esteve falando por meio de Jesus, e Paulo diz que foi nos últimos dias.

E agora, para poder compreender quais são os últimos dias, necessitamos entender que — diante de Deus — um dia diante de Deus para os seres humanos são mil anos.

E quando Jesus tinha de 4 a 7 anos de idade começou o quinto milênio e, consequentemente, diante de Deus começaram os últimos dias; porque os últimos dias diante de Deus são o quinto milênio, sexto milênio e sétimo milênio. Esses são os últimos dias diante de Deus, que para os seres humanos são três dias mileniais, os quais são três mil anos, ou seja: três milênios.

E de Cristo até aqui, Deus esteve derramando do Seu Espírito Santo sobre toda carne que creu em Cristo como nosso Salvador e lavou seus pecados no Sangue do Senhor Jesus Cristo. E são milhões os seres humanos que creram em Cristo como nosso Salvador e lavaram seus pecados no Sangue de Cristo e receberam Seu Espírito Santo; e assim nasceram de novo, nasceram no Corpo Místico de Jesus Cristo, que é Sua Igreja.

E agora, nós estamos vivendo no tempo final.

Os últimos dias lhes disse que são o quinto milênio, sexto milênio e sétimo milênio. Se acrescentarmos ao calendário os anos de atraso que tem, já transcorreram dois mil anos e já estamos no sétimo milênio, no Último Dia diante de Deus.

E para o Último Dia diante de Deus, Deus também está derramando do Seu Espírito Santo sobre toda carne que se arrepende…, crê em Cristo como seu Salvador, arrepende-se de seus pecados e lava seus pecados no Sangue de Jesus Cristo; e recebe o Espírito de Cristo e assim obtém um corpo teofânico da sexta dimensão, chamado também o Anjo do Senhor, que acampa em redor dos que o temem e os defende [Salmos 34:7].

E agora, vejam como chegamos ao Último Dia diante de Deus, que é o sétimo milênio para os seres humanos. E o sétimo milênio, para os seres humanos, dos três últimos milênios, é o terceiro; porque os últimos dias são os três últimos milênios.

E agora, para o Último Dia, Jesus Cristo fez promessas muito importantes para os crentes nele. Temos em São João, capítulo 6, versículos 39 ao 40, a promessa de Jesus Cristo que diz:

“E a vontade do Pai, que me enviou, é esta: que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último Dia.

Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: que todo aquele que vê o Filho e crê nele tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último Dia.”

É para o Último Dia que Jesus Cristo prometeu a ressurreição de todos os crentes n’Ele que morreram fisicamente, mas suas almas e seus espíritos se encontram no Paraíso; e estão vivendo ali, nesse corpo teofânico, que é o espírito; e vivem em um lugar onde tudo é paz e amor divino; há árvores, há passarinhos, há animais; mas ali eles não têm as lutas e problemas que nós temos nesta dimensão terrena de luz, tempo e matéria.

E agora, podemos ver que estas pessoas que estão no Paraíso, os quais partiram, mas que foram crentes em Cristo, estão esperando a ressurreição em corpos eternos e glorificados; e esta promessa é para ser cumprida no Último Dia, no sétimo milênio.

Para o Último Dia, que é o sétimo milênio, chamado também o Dia do Senhor (no Novo Testamento chamado também “o Dia do Senhor” ou “Dia do Senhor” no Antigo Testamento), neste dia, que é o sétimo dia diante de Deus e para nós o sétimo milênio, encontramos que grandes profecias estão registradas na Bíblia, onde podemos ver que é um dia onde o Filho do Homem vem com Seus Anjos para recompensar a cada um segundo sua obra [São Mateus 16:27].

E neste Dia do Senhor, que é o sétimo milênio, os mortos em Cristo ressuscitarão em corpos eternos e nós os que vivemos seremos transformados; e em seguida Deus se voltará ao povo hebreu, e chamará e juntará 144.000 hebreus, os quais serão chamados pelo Anjo do Senhor Jesus Cristo, no qual estará o Selo do Deus vivo, e estarão os ministérios de Moisés e Elias sendo manifestados, e o ministério de Jesus também.

E com esse ministério que o Anjo do Senhor Jesus Cristo terá, o Anjo que sobe de onde nasce o sol em Apocalipse, capítulo 7, sob esse ministério desse Anjo Mensageiro, vejam vocês, Deus revela as coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final, e nos prepara para ser transformados e raptados; e nos levará à Ceia das Bodas do Cordeiro, no Céu, para desfrutar desses três anos e meio, enquanto a Terra estará passando pela grande tribulação, onde os juízos divinos estarão açoitando a raça humana.

Agora podemos ver que no Último Dia, que é o sétimo milênio (chamado também o Dia do Senhor ou Dia de Jeová), para o mundo será um tempo de juízo divino que cairá sobre a Terra, mas para os escolhidos de Deus será o maior e mais glorioso tempo que os escolhidos de Deus tenham vivido em tempo algum.

Este é o tempo mais glorioso de todos os tempos, chamado o Dia do Senhor ou Dia de Jeová, e esse Dia do Senhor ou Dia de Jeová é o sétimo milênio.

E agora, o que fizeram durante estes dois mil anos que transcorreram os escolhidos de Deus? Estiveram escutando a Voz de Cristo, a Voz de Deus, por meio do mensageiro que Deus enviou em cada etapa, em cada era, e estiveram sendo chamados e juntados, e colocados no Corpo Místico de Cristo.

E em diferentes lugares, nações, se cumpriram as sete etapas da Igreja de Jesus Cristo: na Ásia Menor se cumpriu a primeira; a segunda, terceira, quarta, quinta e sexta se cumpriram na Europa, em diferentes territórios europeus; e a sétima era da Igreja gentia se cumpriu na América do Norte, a era representada na igreja da Laodiceia; porque essas Igrejas que aparecem no livro de Apocalipse existiram, e em seguida se convertem em tipo e figura da Igreja do Senhor Jesus Cristo passando por suas diferentes etapas.

Para este tempo final temos a etapa da Era da Pedra Angular; que é uma etapa onde os escolhidos de Deus são chamados e juntados, e preparados para serem transformados e raptados neste tempo final. Isso é assim no Programa de Deus no meio da Sua Igreja.

Temos que nesta etapa — que é muito importante para a Igreja de Jesus Cristo — Ele nos abre as Escrituras e nos deixa conhecer esses mistérios que estão escondidos na Bíblia, na Escritura, pois foram colocados em forma de parábolas na maior parte das ocasiões. Até o próprio Jesus falou em parábolas; falou do trigo e do joio [São Mateus 13:24-30]; o trigo representa os filhos de Deus e o joio os filhos do mau. Veem? E assim por diante, encontramos que Jesus falou ao Seu povo em parábolas, mas também houve ocasiões em que falou sem usar parábolas.

E vejam como estas etapas da Igreja se moveram através do tempo de Cristo até aqui: na Ásia Menor se cumpriu a primeira era e São Paulo foi o mensageiro; em seguida continua percorrendo a Igreja de Jesus Cristo —Cristo com Sua Igreja — o território europeu, onde enviou cinco mensageiros, cada um na era correspondente ao tempo em que viveu; e em seguida Cristo passa da Europa a América do Norte, e se vela e se revela por meio do reverendo William Branham (que é o precursor da Segunda Vinda de Cristo), e ensina ao povo as coisas que o povo necessita conhecer para estar preparado para receber ao Messias em Sua Vinda.

E nas mensagens do reverendo William Branham estão todas essas profecias que falam da Segunda Vinda de Cristo. Assim como em outros profetas há profecias, lá no Antigo Testamento, com relação à Segunda Vinda de Cristo; e assim as pessoas, vejam vocês, ao terem a Bíblia, têm na Bíblia todas as profecias que falam da Segunda Vinda de Cristo. Também temos as mensagens do reverendo William Branham, que falam da Segunda Vinda de Cristo.

E com todas essas profecias que temos da Segunda Vinda de Cristo para Seu povo…

Vejam, depois de passar da América do Norte, Cristo terminar Seu trabalho na América do Norte, na sétima era da Igreja gentia, por meio do reverendo William Branham, para onde terá ido Jesus Cristo em Espírito Santo, já que Ele veio no meio da Sua Igreja viajando de era em era e de mensageiro em mensageiro? Passa à América Latina e o Caribe, para cumprir as profecias correspondentes a este tempo final, à Era da Pedra Angular, profecias que estão na Segunda Vinda de Cristo.

Todas as profecias do tempo final giram ao redor da Segunda Vinda de Cristo; esse é o maior evento que seria realizado no planeta Terra completo. Assim como o maior evento nos dias dos apóstolos foi a Primeira Vinda de Cristo; para o tempo final o maior evento é a Segunda Vinda de Cristo.

Houve uma ordem estabelecida por Deus e cumprida por Cristo, e isso identifica a Ele (a Jesus) como o Messias prometido; porque Ele cumpriu as promessas que Deus fez, do que o Messias faria em Sua Vinda.

E agora nós estamos vivendo no tempo final, onde as profecias da Vinda do Messias têm que ser cumpridas, as profecias do recolhimento dos escolhidos de Deus, com a Grande Voz de Trombeta [São Mateus 24:31] (a Grande Voz de Trombeta — certamente — do Evangelho do Reino; tem que ser cumprida essa profecia também)…

E agora, onde estão os escolhidos de Deus que no Último Dia estariam sendo chamados e juntados? Pois aqui estamos. Portanto essa profecia está em pleno cumprimento neste tempo. Onde? Na América Latina e no Caribe.

Fomos chamados e juntados, colocados na Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino, para ser ensinados e para amadurecer no conhecimento de Jesus Cristo e Seu Programa; e para no Último Dia; quando os mortos em Cristo ressuscitarem em corpos eternos, nós os que vivemos ser transformados e assim obter o corpo eterno que Cristo prometeu para todos nós.

Agora vejam o tempo tão grande e tão importante que está diante da presença de Deus e ante cada um de nós.

Agora chegamos ao tempo mais glorioso de todos os tempos: chegamos ao Dia do Senhor, ao sétimo milênio.

E o que João escutou no Dia do Senhor? Escutou uma grande voz como de trombeta que falava com ele, e que disse: “Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o último”. O que estará escutando a Igreja de Jesus Cristo, os escolhidos de Deus, no Último Dia? Estarão escutando essa mesma Grande Voz de Trombeta que João escutou.

E essa é a Voz de Jesus Cristo no Último Dia, a qual João escutou: a Voz de Jesus Cristo nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer, revelando-as por meio do Seu Anjo Mensageiro à Sua Igreja e ao mundo inteiro.

Isto é assim porque chegamos ao Último Dia, que é o sétimo milênio e que também é o Dia do Senhor; isto é: se acrescentarmos ao calendário os anos de atraso que tem.

E agora, terá se atrasado a Deus Seu calendário? Deus nunca se atrasa Seu calendário. Mas agora, o calendário dos seres humanos, o calendário gregoriano, está atrasado.

Agora nós chegamos ao Dia do Senhor, que é o Dia de Jeová profetizado lá no Antigo Testamento [Isaías 2:12-17, 13:6-9; Ezequiel 30:1-3; Joel 1:15, 2:11, 3:14; Amós 5:18-20; Abdias 1:15; Sofonias 1:7, 1:14].

O profeta Malaquias também falou do dia grande e terrível do Senhor [4:5], porque nesse dia também Deus julgará todas as nações e derramará do Seu juízo sobre as nações que perseguiram o povo hebreu ou à Igreja do Senhor Jesus Cristo.

E agora podemos ver que neste tempo, neste sétimo milênio, que é o Dia do Senhor…; assim como o sétimo dia da semana, no sábado no meio do povo hebreu é chamado “o dia do Senhor”, porque é tomado para servir a Deus e nesse dia já não fazer mais os trabalhos que durante a semana realizavam; é um dia de descanso para o povo hebreu. Mas agora, Cristo é nosso repouso, Cristo é nosso descanso e Ele é nossa paz.

Portanto todos os dias da semana são muito bons, mas o sétimo dia da semana é o que representa ao sétimo milênio.

E Cristo em uma ocasião…, que criticaram a Ele e aos seus discípulos, porque no dia sábado, o sétimo dia da semana, Seus discípulos e Ele estavam fazendo certas coisas. E Jesus curava os doentes, e assim por diante, e queriam proibir Jesus fazer essas maravilhas no sétimo dia [São Mateus 12:9-14, São Marcos 3:1-6, São Lucas 6:6-11 (13:10-17, 14:1-6); São João 5:1-16, 7:23]. E Seus discípulos também pegavam as espigas e comiam, sendo sábado; e os fariseus estavam muito bravos com Jesus, porque não faziam as coisas como os fariseus as faziam, mas Jesus disse que o Senhor (ou seja: o Filho do Homem) é Senhor do sábado [São Mateus 12:1-8, São Marcos 2:23-28, São Lucas 6:1-5]; porque esse é o dia que chamam “o dia do Senhor” (o sábado, o dia do Senhor) como dia da semana.

E agora, por quanto um dia diante do Senhor é como mil anos e mil anos como um dia, dos sete dias para Deus… Os sete dias para Deus, para os seres humanos são sete milênios.

No Programa Divino os dias de Deus, vejam vocês, são mil anos para nós. E o sétimo milênio é o dia que é representado no sábado, portanto é um dia diante do Senhor para descanso, para repouso, para os seres humanos, e sobre tudo para Seu povo. E durante o Reino Milenial, sob o sétimo milênio, o povo de Deus estará em repouso.

E agora, quem é o Senhor do sétimo dia? O Filho do Homem é o Senhor do sábado. Por isso Ele reinará no sétimo dia sobre o Trono de Davi sobre o povo hebreu e sobre todas as nações.

Agora, em que ano do sétimo milênio Jesus Cristo começará reinando sobre o Trono de Davi? Esperem que ocorra a ressurreição dos mortos em Cristo e a nossa transformação, e então Deus se tornará ao povo hebreu e lhes abrirá o entendimento e lhes abrirá as profecias bíblicas correspondentes a este tempo final e a forma em que estão se cumprindo.

O povo hebreu crerá e entrará ao Programa Divino, e serão selados nas suas testas 144.000 hebreus, 12.000 de cada tribo, diz o capítulo 7 de Apocalipse; e o capítulo 14, versículo 1 em diante, nos mostra os 144.000 selados nas suas testas, e têm o Nome do Pai e o Nome do Cordeiro escrito nas suas testas (ou seja: o Nome de Cristo); têm a revelação divina desse Nome Eterno de Deus e toda a Obra que Ele, sob esse Nome, estaria fazendo neste tempo final.

Agora vimos através da Escritura que já estamos no Dia do Senhor, ou seja: o sétimo milênio.

O sétimo milênio está nascendo, está amanhecendo, ainda não tem um século de existência, mas já começou, se acrescentarmos ao calendário os anos de atraso que tem. E em algum momento Cristo tomará o Reino, pois Cristo tomará o Trono de Davi, se sentará sobre o Trono de Davi; e com Ele estarão Seus escolhidos, Sua Igreja, para reinar com Cristo por mil anos e em depois por toda a eternidade.

O reino dos gentios chegou ao seu final, e agora está se entrelaçando o Reino de Deus com o reino dos gentios; e o reino dos gentios deixará de existir, e o Reino de Deus continuará para frente e estará estabelecido no Reino Milenial e em depois por toda a eternidade.

Chegamos ao tempo mais glorioso de todos os tempos, chegamos ao tempo chamado o Dia do Senhor, o Dia do Senhor Jesus Cristo, o Dia onde estes grandes eventos prometidos para o tempo final estarão se cumprindo gradualmente, até que todos se cumpram.

E para estar ciente dos eventos que estarão sendo cumpridos, e estar ciente de como Ele os terá cumprido (quando os cumprir), Jesus Cristo diz em Apocalipse, capítulo 22, versículo 16:

“Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas.”

E Apocalipse, capítulo 4, versículo 1, nos diz da seguinte maneira; capítulo 4, versículo 1, Cristo nos diz com essa Voz de Trombeta: “Sobe aqui, e eu te mostrarei as coisas que hão de acontecer depois destas”, ou seja: depois das que já aconteceram durante estes dois mil anos de graça que Deus deu aos gentios.

E agora, as coisas que hão de acontecer no sétimo milênio, é Cristo que as revelará; e por meio de quem? Apocalipse 22, versículo 6, diz:

“E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras. O Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo (O Deus dos espíritos dos profetas enviou quem? O seu Anjo, Seu Anjo Mensageiro; para que?), para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.”

As coisas que em breve devem acontecer, no sétimo milênio e na Era da Pedra Angular, são reveladas pelo Anjo do Senhor Jesus Cristo; porque esse é o instrumento de Jesus Cristo, para Cristo se velar nele e se revelar por meio dele, e revelar a sua Igreja todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final, ou seja: no sétimo milênio.

Chegamos ao tempo em que Ele está nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer, e assim está nos revelando o mistério da Segunda Vinda de Jesus Cristo com Seus Anjos e a Obra que Ele estará realizando neste tempo final, para assim que todos os mortos em Cristo possam ressuscitar em corpos eternos e nós os que vivemos poder ser transformados neste tempo final.

Tudo isso está para ser cumprido no Dia do Senhor, onde estaríamos escutando a mesma Voz que João o apóstolo escutou, essa Voz de Trombeta, nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer; pois, quando João foi transportado ao Dia do Senhor, escutou essa Grande Voz de Trombeta revelando as coisas que devem acontecer; e por isso João as revela a Igreja.

Chegamos ao Dia do Senhor, o Último Dia, o Dia de Jeová. Estamos no maior e glorioso tempo que alguma vez a Igreja de Jesus Cristo tenha estado.

Por isso é que para este tempo Jesus Cristo cumprirá todas Suas promessas que Ele tem feito a Sua Igreja; e nos levará a Casa do nosso Pai celestial, conforme Ele prometeu quando disse, em São João, capítulo 14, versículo 1 em diante:

“Na casa de meu Pai há muitas moradas (…); se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar.

E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.”

É para nos levar à Casa do nosso Pai celestial que Cristo vem no Último Dia. Cristo vem, o Verbo, o Anjo do Pacto, e se manifestará por meio do Seu Anjo Mensageiro e nos revelará todas estas coisas que em breve devem acontecer; e assim poderemos compreender o mistério da Segunda Vinda de Cristo.

Agora, vejam onde nos encontramos no ciclo divino do Ano do Jubileu e da Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino: nos encontramos no Dia do Senhor, escutando a mesma Voz que João o apóstolo escutou e que revelou todas essas coisas apocalípticas; agora a Igreja do Senhor Jesus Cristo se encontra no Dia do Senhor, escutando a Voz de Cristo nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer, e as identificando conforme a como foram profetizadas.

Foi para mim um grande privilégio estar com vocês lhes dando testemunho de “O DIA DO SENHOR”.

Que as bênçãos de Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, sejam sobre todos vocês e sobre mim também. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

“O DIA DO SENHOR”.

[Revisão abril 2020]

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã". Apocalipse 22:16