O Caminho para a Vida Eterna - CULTO AO VIVO: "OS SETE ESPÍRITOS DIANTE DO TRONO DE DEUS" - 20 de março de 2020

"OS SETE ESPÍRITOS DIANTE DO TRONO DE DEUS" - 20 de março de 2020

Transcrição reproduzida do site: 

https://mensajes.carpa.com/mensajes/1998/10/los-siete-espiritus-delante-del-trono-de-dios/?lang=pt-br

 

Muito boa tarde amados amigos e irmãos presentes. É para mim uma grande bênção estar com vocês nesta ocasião, para compartilhar com vocês uns momentos de companheirismo ao redor da Palavra de Deus e Seu Programa correspondente a este tempo final.

Para o qual quero ler nesta ocasião no livro do Apocalipse, capítulo 1, versículo 4, onde diz:

“João, às sete igrejas que estão na Ásia: Graça e paz sejam convosco da parte daquele que é; e que era, e que há de vir, e da dos sete Espíritos que estão diante do seu trono;”

E em Apocalipse, capítulo 4, versículo 4 ao 5, diz:

E ao redor do trono havia vinte e quatro tronos; e vi assentados sobre os tronos vinte e quatro anciãos vestidos de vestes brancas; e tinham sobre a cabeça coroas de ouro.

E do trono saíam relâmpagos, e trovões, e vozes; e diante do trono ardiam sete lâmpadas de fogo, as quais são os sete Espíritos de Deus.”

Que Deus abençoe nossas almas com Sua Palavra e nos permita entendê-la.

Nosso tema para esta ocasião é: “OS SETE ESPÍRITOS DIANTE DO TRONO”. São os sete espíritos de Deus diante do Trono.

Dos sete espíritos que nos fala aqui a Escritura, diante do Trono de Deus, vejam vocês, lemos dois lugares; e agora vamos ler em outro lugar: Apocalipse, capítulo 5, versículo 5 ao 6, onde diz:

“E disse-me um dos anciãos: Não chores; eis aqui o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, que venceu para abrir o livro e desatar os seus sete selos.

E olhei, e eis que estava no meio do trono e dos quatro animais viventes e entre os anciãos um Cordeiro, como havendo sido morto, e tinha sete pontas e sete olhos, que são os sete Espíritos de Deus enviados a toda a terra.

E veio e tomou o livro da destra do que estava assentado no trono.”

Aqui novamente podemos ver estes sete espíritos de Deus; e estes sete espíritos de Deus são os sete olhos que estão no Cordeiro.

Aqui os sete chifres com sete olhos são as sete eras da Igreja gentia com os sete anjos mensageiros do Senhor Jesus Cristo; e vejam vocês como Deus representa aqui, nesta passagem, à Igreja do Senhor Jesus Cristo com Seus sete anjos mensageiros como os sete chifres do Cordeiro com os sete olhos; um olho em cada chifre, ou seja: um mensageiro em cada era da Igreja gentia.

Também representou Sua Igreja — Jesus Cristo — com o castiçal ou candelabro com sete lâmpadas, e cada lâmpada, pois tem uma chama que é acesa com o Fogo do Espírito Santo. Isso é a Igreja de Jesus Cristo passando por sete etapas ou sete eras com Seus sete anjos mensageiros; é o Espírito de Cristo manifestado nessas sete grandes manifestações durante as sete eras da Igreja gentia.

Vejam, olhos na Bíblia representa videntes, profetas ou mensageiros; e estes sete espíritos de Deus são as sete manifestações de Deus através de cada etapa da Igreja por meio do mensageiro de cada era.

Consequentemente, esses sete anjos mensageiros das sete eras da Igreja gentia são os sete olhos do Senhor, que percorrem toda a Terra; dos quais; Deus também falou no Antigo Testamento; no livro do profeta Zacarias, capítulo 3, diz (versículo 9):

“Porque eis aqui a pedra que pus diante de Josué; sobre esta pedra única estão sete olhos; eis que eu esculpirei sua escultura, diz o SENHOR dos exércitos, e tirarei a iniquidade desta terra em um dia”.

E em seguida, no capítulo 4 deste mesmo livro do profeta Zacarias, diz-nos (versículo 10):

“Porque quem despreza o dia das coisas pequenas? Pois esse se alegrará, vendo o prumo na mão de Zorobabel; são os sete olhos do SENHOR, que discorrem por toda a terra.”

Neste capítulo 3 e capítulo 4 de Zacarias, encontramos Deus mostrando aqui a Sua Igreja e aos Seus sete anjos mensageiros de Sua Igreja; e em seguida mostra, ao final, as Duas Oliveiras e os dois ramos de oliveira como os Dois Ungidos que estão diante da presença de Deus também. Diz (capítulo 4, versículo 11 ao 14):

“Falei mais e disse-lhe: Que são as duas oliveiras à direita do castiçal e à sua esquerda?

E, falando-lhe outra vez, disse: Que são aqueles dois raminhos de oliveira que estão junto aos dois tubos de ouro e que vertem de si ouro?

E ele me respondeu, dizendo: Não sabes o que é isto? E eu disse: Não, Senhor meu.

Então, ele disse: Estes são os dois ungidos, que estão diante do Senhor de toda a terra.”

Agora aqui podemos ver que Deus para o Último Dia, quando já terminaram as sete etapas ou eras da Igreja gentia e terminaram esses sete ministérios dos sete anjos mensageiros (que são os sete olhos de Deus percorrendo toda a Terra); depois disso, vêm também os ministérios dos Dois Ungidos, que são os ministérios das Duas Oliveiras os ministérios de Moisés e Elias, quando já terminaram as sete etapas ou eras da Igreja gentia; ou seja: depois que já o Espírito de Deus percorreu a Dispensação da Graça durante as sete eras da Igreja gentia e percorreu — o Espírito de Deus — por meio dos Seus sete anjos mensageiros, essas sete etapas da Sua Igreja.

Agora, vimos que os sete espíritos de Deus, que estão diante do Trono de Deus, são as manifestações de Deus através de Seus sete anjos mensageiros que Ele envia à Sua Igreja, cada um na era que lhe corresponde.

Portanto, os sete olhos do Senhor, que percorrem toda a Terra, se materializa em cada um desses sete anjos mensageiros; e os sete anjos mensageiros juntos são os sete olhos do Senhor, que percorrem toda a Terra, porque neles está o Espírito de Deus, de Cristo, manifestado em cada uma dessas etapas ou eras da Igreja gentia.

Em Apocalipse, capítulo 3, versículo 1, diz:

“E ao anjo da igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete Espíritos de Deus e as sete estrelas: Eu sei as tuas obras, que tens nome de que vives e estás morto.”

Agora vejam; quem tem (em Sua destra) o que? “quem tem os sete espíritos de Deus, e as sete estrelas”. Diz assim.

Agora, vejam vocês, quem é quem tem as sete estrelas e os sete espíritos de Deus? Esse é Cristo, esse é Deus, vejam vocês, e manifesta esses sete espíritos ministeriais nas sete eras da Igreja gentia.

E para o Último Dia o mesmo Espírito Santo que esteve nos sete anjos mensageiros, no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo, para o Último Dia estará — esse mesmo Espírito Santo — velado em carne humana em Seu Anjo Mensageiro do Último Dia, manifestando os ministérios de Moisés e de Elias, que são os ministérios dos Dois Ungidos que estão diante da presença de Deus.

Temos que compreender que Deus o que tem no Templo que está no Céu é o que Ele vai materializando de etapa em etapa, de era em era, em Sua Igreja; por isso é que o que vocês veem no Céu, em seguida se materializa na Igreja do Senhor Jesus Cristo. Tudo isto também esteve tipificado nas coisas que estavam no templo que Salomão construiu e o templo que Moisés construiu.

E por isso, no Templo que o nosso amado Senhor Jesus Cristo está construindo, também tem que estar materializado tudo o que está no Templo de Deus no Céu; e já não com coisas de metal ou de madeira (como no tabernáculo de Moisés e no templo de Salomão), mas em seres humanos, ou seja: em pessoas.

Têm que se materializarem todas essas coisas que estão no Templo de Deus que está no Céu (e que foram simbolizadas, representadas lá no templo de Moisés e no de Salomão), agora têm que se materializar na Igreja do Senhor Jesus Cristo, que é o Templo do nosso amado Senhor Jesus Cristo; e isto se materializa em e com seres humanos.

Por isso as sete lâmpadas do candelabro… O candelabro com sete lâmpada é a Igreja do Senhor Jesus Cristo com suas sete eras; e as sete chamas acesas do castiçal, cada chama acesa em cada lâmpada, são as sete eras com o mensageiro de Deus de cada era acesa com o Fogo do Espírito Santo.

E por isso; essas sete lâmpadas acesas; nos mostram a manifestação de Jesus Cristo, de Deus, em cada uma dessas eras, onde — na parte do Lugar Santo do Templo espiritual de Cristo — estavam iluminando essas sete lâmpadas com suas sete chamas acesas, seus sete anjos mensageiros acesos no Fogo de Deus, o Fogo do Espírito Santo.

Agora vimos o que são os sete espíritos que estão diante do Trono de Deus. Vimos também o que são as Duas Oliveiras e os dois ramos de Oliveira que estão aí, um a cada lado do candelabro; são os Dois Ungidos que estão diante da presença de Deus.

E para a materialização dessa profecia, Deus tem que materializá-la colocando na Igreja, em Sua Igreja, os ministérios de Moisés e de Elias, que são os ministérios das Duas Oliveiras de Apocalipse, capítulo 11, versículo 3 em diante; ministérios que correspondem a este tempo final, depois que transcorreram as sete etapas ou eras da Igreja gentia.

Agora vimos como o Espírito de Deus esteve manifestado nas etapas ou eras da Igreja de Jesus Cristo, estas sete etapas que já transcorreram; e agora também vimos como se manifestaria neste tempo final por meio dos Dois Ungidos, das Duas Oliveiras que são os ministérios de Moisés e Elias.

E o mesmo que se manifestou nas sete etapas ou eras da Igreja gentia, Jesus Cristo em Espírito Santo por meio de Seus sete anjos mensageiros, é quem no Último Dia estará manifestado, no cumprimento da vinda dos Dois Ungidos; onde Cristo colocará em Seu Anjo Mensageiro os ministérios de Moisés e Elias, esses dois ministérios dos Dois Ungidos, para cumprir Sua promessa correspondente a este tempo final.

E Cristo por meio de Seu Anjo Mensageiro estará operando os ministérios de Moisés pela segunda vez, de Elias pela quinta vez e de Jesus pela segunda vez. E isso é o que conforme as Escrituras Ele prometeu, para Sua Igreja para este tempo final.

E agora podemos ver que o que foi visto no Céu por Moisés, no Templo de Deus no Céu, e por outros profetas e mensageiros de Deus, é o que Cristo esteve materializando nesta Terra no meio da Sua Igreja gentia; porque Jesus Cristo está construindo um Templo espiritual, e tem que ser construído de acordo ao modelo do Templo que está no Céu; assim como Moisés, o tabernáculo que construiu, o construiu de acordo com o modelo do Templo que está no Céu, e também o templo que o rei Salomão construiu.

 

Agora, podemos ver que no lugar santíssimo estavam dois querubins de madeira de oliveira gigantes, no templo que Salomão construiu, e também estavam os dois querubins de ouro em e sobre o lugar do propiciatório. E onde então encontramos os ministérios dos Dois Ungidos? Pois o encontramos aí, no Lugar santíssimo, representados nos dois querubins de ouro que estão sobre o propiciatório e nos dois querubins de ouro de madeira de oliveira, querubins gigantes; e sob as asas desses querubins estava a arca do pacto.

Agora podemos ver que para a Era do Lugar santíssimo, que é a Era da Pedra Angular, Jesus Cristo colocaria os ministérios dos dois querubins de ouro e os dois querubins de madeira de oliveira, que são os ministérios das Duas Oliveiras; são os ministérios de Moisés e de Elias sendo manifestados novamente sobre a Terra no meio da Igreja do Senhor Jesus Cristo.

E quem manifesta esses ministérios é o Espírito Santo, o Anjo do Pacto, Jesus Cristo em Espírito Santo, através do Seu Anjo Mensageiro neste tempo final, o qual envia para dar testemunho de todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste tempo final; como Ele diz em Apocalipse, capítulo 22, versículo 16:

“Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas.”

E Apocalipse, capítulo 4, versículo 1, nos diz (na segunda parte do versículo 1, diz): “E me disse…”, ou seja: essa Voz, com essa Voz de Trombeta, diz: “E me disse: “Sobe aqui, e mostrar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.”

E agora, encontramos que por meio de Seu Anjo Mensageiro em Apocalipse, capítulo 22, versículo 6, é que nos revela todas estas coisas que em breve devem acontecer; porque em Seu Anjo Mensageiro é que Jesus Cristo no Último Dia estaria no meio de Sua Igreja, nos revelando todas estas coisas que devem acontecer; porque nele se cumprem os ministérios das Duas Oliveiras e Dois Castiçais de ouro, que são os ministérios de Moisés e Elias. No Anjo do Senhor Jesus Cristo, Jesus Cristo, o Espírito Santo, manifesta esses ministérios.

E, por meio do Seu Anjo Mensageiro, nos fala neste tempo final todas estas coisas que em breve devem acontecer, pois diz Apocalipse 22, versículo 6:

“E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras. O Senhor, o Deus dos espíritos dos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.”

Para que vem o Anjo do Senhor Jesus Cristo enviado por Deus? Para mostrar aos Seus servos as coisas que em breve devem acontecer.

Nenhuma pessoa poderá compreender corretamente as coisas que em breve devem acontecer neste tempo final, a não ser que seja por meio de escutar o Anjo do Senhor Jesus Cristo, que é o enviado de Jesus Cristo para revelar todas estas coisas que em breve devem acontecer.

 

Esse é o enviado do Senhor Jesus Cristo; assim como os sete anjos mensageiros das sete eras da Igreja gentia foram os homens enviados para cada uma dessas etapas da Igreja do Senhor Jesus Cristo. E os escolhidos de Deus escutaram a Voz de Cristo por meio desses mensageiros, cada um na era que lhe correspondeu viver.

E para o Último Dia, por meio do ministério de Jesus Cristo em Espírito Santo em Seu Anjo Mensageiro, escutaremos a Voz de Cristo, essa Grande Voz de Trombeta ou Trombeta Final, nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer, neste Último Dia; e assim obteremos o conhecimento de todas estas coisas que correspondem a este tempo final e receberemos a revelação da Segunda Vinda de Cristo como Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores em Sua Obra de Reclamação; e assim obteremos a fé, a revelação, para ser transformados e raptados neste tempo final, a qual gira ao redor da Segunda Vinda de Cristo como Leão da tribo de Judá, como Rei dos reis e Senhor dos senhores em Sua Obra de Reclamação.

Agora vejam para que Ele envia Seus Anjos, os ministérios de Moisés e Elias, neste tempo final: para chamar e juntar os escolhidos do Último Dia e colocá-los (onde?) na Era da Pedra Angular; e nos preparar, nos dando a fé, a revelação para ser transformados e raptados neste tempo final; e assim obtendo o conhecimento de todas estas coisas que devem acontecer neste tempo final.

Assim como enviou Seus sete anjos mensageiros, cada um na era correspondente; para por meio desses anjos mensageiros chamar e juntar todos os Seus escolhidos, nas sete etapas ou eras da Sua Igreja gentia.

Agora vimos: “OS SETE ESPÍRITOS DIANTE DO TRONO DE DEUS”.

Vimos o que isto é em seu cumprimento no meio da Igreja de Jesus Cristo: é a manifestação do Espírito Santo por meio dos Seus sete anjos mensageiros durante as sete etapas da Igreja de Jesus Cristo.

E para o Último Dia também temos as Duas Oliveiras e os Dois Querubins de ouro, que são também os Dois Castiçais de ouro que estão diante da presença de Deus. E estes são os ministérios de Moisés e Elias, dos Dois Ungidos neste tempo final, sendo manifestados na Igreja do Senhor Jesus Cristo; no Lugar santíssimo de Seu Templo espiritual, que é a Era da Pedra Angular, que corresponde ao território latino-americano e caribenho.

Agora vejam a bênção tão grande que nos correspondeu neste tempo final, assim como nos tempos passados a cada filho de Deus ou filha de Deus, correspondeu a manifestação de Cristo por meio de cada anjo mensageiro que foi enviado nas eras passadas.

Chegamos ao tempo mais glorioso de todos os tempos: ao tempo onde Ele conforme a Sua promessa nos enviaria Seu Anjo Mensageiro, para nos revelar todas estas coisas que em breve devem acontecer; e assim conhecer quem foram os anjos mensageiros onde se cumpriu a manifestação dos sete espíritos de Deus que percorrem toda a Terra e também o mistério correspondente a nosso tempo, que é o mistério da Vinda do Filho do Homem com Seus Anjos; que é o mistério dos Dois Ungidos que estão diante da presença de Deus, ungidos e enviados para ter o ministério do Último Dia; onde os ministérios de Moisés, de Elias e de Jesus estariam manifestados no meio da Sua Igreja neste tempo final por meio do Anjo Mensageiro do Senhor Jesus Cristo, para chamar e juntar todos os Seus escolhidos do Último Dia e nos preparar para ser transformados e raptados neste tempo final.

Assim é como nos dá a fé, a revelação para o rapto, a revelação para ser transformados e raptados neste tempo final. E assim é como nos fala com essa Grande Voz de Trombeta ou Trombeta Final, e nos junta na Era da Pedra Angular; pois Paulo o apóstolo disse em Primeira aos Coríntios, capítulo 15, versículo 49 ao 56, que “a Final Trombeta; porque será tocada a Trombeta de Deus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro.”

Primeiro soa a Trombeta, dá Sua Mensagem, a Mensagem do Evangelho, por meio da manifestação de Jesus Cristo em Espírito Santo através do Seu Anjo Mensageiro operando os ministérios de Moisés, de Elias e de Jesus; e nos dando a Mensagem do Evangelho do Reino, que é a Mensagem da Grande Voz de Trombeta; e assim nos chamando e nos juntando neste tempo final. E depois que estiver completado o número dos escolhidos de Deus neste tempo final, então os mortos em Cristo ressuscitarão em corpos eternos e nós os que vivemos seremos transformados.

Agora vimos o mistério dos sete anjos, que é o mistério dos sete espíritos de Deus que percorrem toda a Terra; e vimos também o mistério as Duas Oliveiras, que é o mistério dos Dois Ungidos que estão diante da presença de Deus; ou seja: o mistério dos ministérios de Moisés e de Elias manifestados no Anjo do Senhor Jesus Cristo, onde Jesus Cristo em Espírito Santo estará manifestado operando o ministério de Jesus, de Elias e de Moisés.

Agora vimos estes mistérios de Deus, que para este tempo final seriam completamente abertos à Igreja do Senhor Jesus Cristo.

E agora, assim como os sete anjos mensageiros das sete eras e também as Duas Oliveiras, que são os ministérios de Moisés e Elias no Anjo de Jesus Cristo… Tudo isto está no Templo de Deus no Céu, e também esteve representado no templo que Salomão construiu e no tabernáculo que Moisés construiu.

E agora na Igreja de Jesus Cristo tudo isto também está materializado: os sete espíritos de Deus que percorreram toda a Terra são os sete anjos mensageiros do Senhor Jesus Cristo das sete eras, ungidos com o Espírito Santo; e as Duas Oliveiras e Dois Castiçais são os ministérios de Moisés e Elias no Anjo do Senhor Jesus Cristo.

Vejam onde estão representados: lá no templo que Salomão fez e no que Moisés construiu, e agora materializados onde? Na Igreja do Senhor Jesus Cristo.

E também cada um de vocês está representado no tabernáculo que Moisés construiu e o templo que Salomão construiu; porque todos nós pertencemos ao Céu. Assim como Cristo disse que do Céu tinha descido [São João 6:38, 6:51], também nós do Céu viemos, da Casa do nosso Pai celestial.

E agora, estamos passando por esta Terra para fazer contato com a vida eterna e ser selados com o Selo do Deus vivo (ou seja: com o Espírito Santo), e obter o novo nascimento e assim obter também o corpo teofânico da sexta dimensão, para no Último Dia os mortos em Cristo serem ressuscitados em corpos eternos e nós os que vivemos ser transformados, e ter o corpo eterno e ser iguais ao nosso amado Senhor Jesus Cristo.

Vimos estes mistérios do Reino de Deus. Por quê? Porque para vós e a vós é concedido conhecer os mistérios do Reino de Deus [São Mateus 13:11 (RVA), São Marcos 4:11, São Lucas 8:10].

Que as bênçãos do nosso amado Senhor Jesus Cristo sejam sobre todos vocês e sobre mim também; e nos encha do conhecimento de todas estas coisas que em breve devem acontecer por meio do ministério do Anjo do Senhor Jesus Cristo, onde Ele opera os ministérios de Moisés, de Elias e de Jesus neste tempo final; e em breve se complete o número dos escolhidos de Deus no Corpo Místico de Cristo, e em breve os mortos em Cristo ressuscitem em corpos eternos e nós os que vivemos sejamos transformados, e em seguida todos vamos à Ceia das Bodas do Cordeiro com nosso amado Senhor Jesus Cristo. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

Bom, foi para mim um privilégio muito grande estar com vocês nesta ocasião, dando testemunho dos sete espíritos que estão diante da presença de Deus, estes sete espíritos que estão diante do Trono de Deus. E vimos também os Dois Ungidos que estão diante de Deus, que estão na presença de Deus no Céu.

A manifestação ou Vinda de Cristo dois mil anos atrás foi uma manifestação do Amor Divino, pois diz [São João 3:16]: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

E também Jesus Cristo ao enviar os Seus sete anjos mensageiros às sete eras da Igreja gentia, esses sete espíritos de Deus que percorrem toda a Terra, foi uma manifestação do Amor Divino, do Amor de Deus, o Amor de Cristo para Sua Igreja.

E enviar no Último Dia as Duas Oliveiras e os Dois Castiçais, que estão diante da presença de Deus, é também uma manifestação do Amor Divino, do Amor de Deus, do Amor de Cristo a Sua Igreja e para Sua Igreja como a Esposa, a Noiva-esposa do Cordeiro, e também para cada um de vocês como indivíduos, e para mim também.

Que Deus os abençoe e os guarde, e conosco novamente o reverendo Miguel Bermúdez Marín para continuar…

Já temos por aqui o reverendo Miguel Bermúdez Marín para continuar e finalizar nossa parte nesta ocasião; e nos vemos; Deus primeiro, à noite, na atividade que já está programada no lugar que vocês já sabem.

Que Deus os abençoe e guarde a todos.

 “OS SETE ESPÍRITOS DIANTE DO TRONO DE DEUS”.

[Revisão março 2020]

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã". Apocalipse 22:16