O Caminho para a Vida Eterna - CULTO AO VIVO: "LEVANTANDO AS ASAS COMO ÁGUIAS" - 9 de fevereiro de 2020

CULTO AO VIVO: "LEVANTANDO AS ASAS COMO ÁGUIAS"

Transcrição reproduzida da página: https://mensajes.carpa.com/mensajes/1998/09/levantando-las-alas-como-aguilas/?lang=pt-br

Muito boa tarde jovens. É para mim um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião, para compartilhar novamente uns momentos de companheirismo ao redor do Programa de Deus correspondente a este tempo para todos vocês e para mim também.

         No Programa Divino, de era em era e de dispensação em dispensação, sempre Deus teve jovens; e esses jovens foram pessoas acordadas espiritualmente e trabalhadoras na Obra de Cristo.

         Sabem vocês que dois jovens, Josué e Calebe, quando saíram do Egito se mantiveram braço a braço com o mensageiro, o profeta Moisés?

         Para aquele tempo ter 40 anos era estar jovem. Moisés aos 80 anos começou seu ministério. E atualmente aos 80 anos, já (a maior parte das pessoas) estão descansando seus corpos no túmulo; e se eram escolhidos de Deus, eles estão em suas teofanias, em seus corpos teofânicos, no Paraíso. Mas agora Moisés vai começar seu ministério aos 80 anos.

         Mas era tão forte que teve um ministério de 40 anos; e quando tinha 120 anos, seus olhos ainda tinham a mesma visão, a tal grau que não necessitava usar óculos naquele tempo. Assim que o brilho de seus olhos nunca se…, nunca se opacou o brilho de seus olhos; ou seja: que sua vista nunca se opacou.

         Agora, isso não significa que todos os profetas seriam assim. Vejam Isaque: Isaque teve problemas de vista; e na etapa em que teve que abençoar o primogênito, para esse tempo estava cego, e isso foi uma bênção para Jacó; ter um pai cego, para Jacó foi uma grande bênção, porque não percebeu que era Jacó quem estava procurando a Bênção da Primogenitura.

         Para os mensageiros de Deus, os profetas de Deus, não importa que tenham ou não tenham problemas de vista ou qualquer outro problema de saúde; esses são os mensageiros de Deus para o tempo em que Deus os envia; e vejam; opera para o bem tudo.

         Vejam o problema de saúde de Sara. Que problema de saúde Sara tinha? Bom, que não podia ter filhos; era estéril; esse é um problema de saúde, o qual era um problema para Abraão receber a bênção do filho primogênito. E agora, vejam como Deus abençoou Abraão e abençoou Sara; mudou-lhe o nome, e rejuvenesceram e tiveram o filho prometido.

         E agora vejam; Isaque também; encontramos que, vejamos… Era estéril também a esposa de Isaque? A de Abraão era estéril, a de Isaque era estéril e a de Jacó também era estéril. Mas vejam vocês, para Deus não há nenhuma coisa impossível; Ele é nosso Curador, portanto Ele é quem cura todas nossas doenças. Assim curou desse problema da esterilidade a Sara, a Rebeca (e a quem mais?) e a Raquel. E são milhares ou milhões talvez, as que curou desse problema também, através da história bíblica.

         E agora, vejam vocês como tudo opera para o bem, operou para o bem esse problema; para a glória de Deus ser manifestada, e Deus se manifestar como o Curador e como quem resolve os problemas a seus filhos. E vejam como o problema de saúde de Isaque operou para o bem, para Jacó.

         E em seguida o problema de saúde de Jacó…, pois estar manco era um problema de saúde; mas vejam; tudo isso veio por causa de uma bênção que tinha recebido.

         Algumas vezes há filhos de Deus que buscando a bênção de Deus têm algum problema; e depois regressam com algum problema, um golpe ou alguma coisa, e alguns dizem: “Vê? Por estar buscando as coisas de Deus olhe o que te aconteceu”. Mas o verdadeiro crente diz: “Mas tenho a bênção de Deus! Que era o que eu estava buscando.”

         Assim aconteceu com Jacó. E era melhor, para Jacó, ser Jacó convertido no Israel manco, e não um Jacó melhor; porque manco tinha a bênção de Deus, porque lutou; e mesmo que tivesse problema e o Anjo o feriu no encaixe aqui da coxa com o quadril, mas não o deixou ir, até com o problema já de estar manco. Mas vejam; um bom lutador, mesmo que estiver manco, luta e obtém a bênção de Deus. E agora Jacó ia manco, mas contente.

         E assim é para todo filho de Deus: não importa os problemas que tiver na vida, recebe a bênção de Deus e vai contente, mesmo tendo ou não tendo problemas.

         Bom, se vocês buscarem a lista de mensageiros, de profetas que tiveram problemas de saúde, você encontrará inúmeros profetas.

         Por exemplo, temos Eliseu; tinha um problema de saúde, e diz que morreu do que? (Eliseu. Busca por aí a morte de Eliseu…). [Irmão Miguel: Morreu da enfermidade, diz, de… Morreu da enfermidade, mas não sei que enfermidade]. Não diz que enfermidade tinha, mas diz que tinha uma enfermidade; a menos que não seja da enfermidade da velhice, que é outra doença.

         E em seguida encontramos a quem mais? São Paulo com um problema de saúde da vista; mas tinha a bênção de Deus: era o apóstolo dos gentios. [Intervenção de uma jovem: O irmão Branham também] (Sim, mas esse já é preciso que deixá-lo para…).

         E em seguida encontramos que São Paulo orava a Jesus Cristo que o curasse desse problema. Ele pregando cura divina e com um problema à vista de todos; à vista de todos, porque estava na vista dele; e todos o viam. E o Senhor o… Por três ocasiões. Na terceira o Senhor lhe diz: “Minha graça te basta. Em tua fraqueza, em tua debilidade, aperfeiçoa-se (o que?) meu poder.”

         E agora, vejam, de um homem que tinha problemas de saúde saindo cura para as demais pessoas; mas era de Deus que saía essa cura, de Cristo através de São Paulo.

         Em seguida encontramos o nosso irmão Branham com um problema de saúde, desde os 7 anos de idade (que começou) até os 49 anos de idade (por aí); e em seguida ele percebe, quando terminam esses ciclos, ele percebe, já quando se encontra no ciclo 50, daí em diante, percebe que se repetia nele esse problema de saúde a cada 7 anos, o sétimo ano era um problema de saúde, o mesmo problema.

         E em seguida quando já completa 50 anos… Tinha vindo no ano 49 o problema saúde; e em seguida, para o ano 50, pois não lhe veio o problema; no 51 também não, no 52, 53 também não … vejamos… 50, o ano 50 não veio o problema de saúde, mas no 49; e em seguida, como era a cada 7 anos, em seguida no 50 estava bem, no 51 bem, no 52 bem, no 53 bem, no 54 bem, no 55 bem, e no 56 era que tinha que ter o problema de saúde; e no ano 56 não veio nenhum problema de saúde, e percebeu que tinha sido curado. E o Senhor disse: “Teu inimigo morreu”.

         Mostrou-lhe a visão também — que sempre ele via —, do esquilo que saía de uma árvore, de um buraco de uma árvore, e saltava e caía dentro da boca; e esse era o problema de saúde. Vejam como está representado nessa visão.

         E em seguida, quando correspondia ter o problema de saúde, mostra-lhe a visão; e outra vez sai a…, roça com um gancho a árvore onde estava o esquilo, e sai o esquilo, pula outra vez em cima, e deu no peito, não deu na boca.

         A boca de Deus são o que? Bom, aí vamos deixar isso por agora quietinho.

         Agora, vejam vocês como não deu na boca, mas que deu no peito; e ao dar no peito, aí não pôde entrar. E essa era a única oportunidade que tinha para entrar e causar o mesmo problema que causava a cada 7 anos; e como falhou, pois já não teve mais oportunidade.

         Em seguida Deus disse: “Teu inimigo morreu”. Sempre lhe dizia, sempre o consolava lhe dizendo: “Somente tem 6 polegadas [15.2 cm]; é de 6 polegadas de tamanho, de comprimento.”

         E agora vejam vocês como… O número 6 é número de homem; isso também é importante sabê-lo.

         E como a Igreja de Jesus Cristo estava representada ali no nosso irmão Branham passando por essas etapas (vejam vocês, como essa parte de número de homem e a parte humana, que sempre entrava na Igreja de Jesus Cristo e afetava à Igreja; e por isso era que morria a cada avivamento depois de certo tempo), agora, quando nosso irmão Branham se encontra no ciclo número 8 (vejam vocês, no ciclo número 8), onde o problema tinha que vir a ele, agora não vem esse problema.

         O ciclo número 8 começou no ano número 50. Porque, vejam vocês, os primeiros 49 anos são 7 ciclos de 7 anos (7 × 7 são quanto? 49), e nesses 7 ciclos teve problemas sempre no ano número 7; e aí estava representando as sete eras da Igreja gentia.

         O problema humano, que entrava depois à Igreja, que era o que afetava sempre à Igreja; e onde aí, depois de ter tido a Igreja nessa etapa uma manifestação de Deus, depois entrava a coisa humana, a parte humana e os conhecimentos humanos, e então faziam tudo humano, e aí estava o problema. Ia o avivamento; perdiam o avivamento dessa era, e depois Deus abria uma nova era com um novo mensageiro.

         E vejam como esses ciclos na vida do nosso irmão Branham foram se cumprindo; e ele não percebia o que acontecia nele. Buscava a ajuda médica. E os médicos; o último; alguém disse que seu problema não tinha solução, que era uma coisa por causa de que ele era filho de um irlandês e sua mamãe era meia Índia, assim que essa mescla tinha produzido uma pessoa com esse tipo de problemas; e que já era um problema não físico, mas interior lá, ou seja [Irmão Miguel: Um problema congênito] sim, já por herança ou algo assim.

         Mas, vejam vocês, era que Deus estava refletindo no nosso irmão Branham o que tinha estado acontecendo na Igreja de Jesus Cristo desde que nasceu até que a Igreja de Jesus Cristo vai desta Terra. Nele estão refletidas todas as etapas da Igreja de Jesus Cristo.

         Vejam como em seguida percebe; já do ano 50 de sua vida em diante é que Deus deixa ver que é a cada 7 anos que acontece isso; e agora ele pode ir compreendendo pouco a pouco que algo está acontecendo, o qual está no Programa de Deus. É um Programa o qual está se refletindo nele, o qual estava se cumprindo na Igreja do Senhor Jesus Cristo.

         E por quanto nos profetas de Deus é que Deus se reflete e reflete Seu Programa, vejam vocês como nosso irmão Branham teve que sofrer por causa dessas etapas da Igreja de Jesus Cristo, pelas quais a Igreja sofreria grandemente, mas também teve etapas de regozijo e alegria. A Igreja teve e também nosso irmão Branham teve nessas etapas; ou seja: tinha 6 anos bem e o sétimo era o de problema.

         Agora, quando chegou ao ano 50, pois era o ano que tinha que estar bem; o 51 também, 52, 53, 54 e 55; mas já seguramente quando chegou aos 55 já estava pensando: “por aí vem o ano 56 de minha vida, que é o ciclo número 7; portanto, por aí vêm alguns problemas provavelmente”. Mas vejam vocês, para esse ciclo divino, onde nosso irmão Branham tinha que adoecer desse problema que tinha interno, não adoeceu.

         E em seguida Deus mostra que tinha ficado são, tinha sido curado: mostra o esquilo, a árvore…; ele volta e diz: “Deve estar aí ainda”.

         Vejam; por 49 anos o esquilo lhe aparecendo em visão, e agora ele diz: “Deve estar ainda aí”. Foi, roçou a árvore, e estava ali. Saiu, saltou para entrar em sua boca de novo e desceu até seu estômago, e não o consegui: deu no peito.

         Agora, recordem que o Anjo que aparece na nuvem… Há um Anjo do qual o irmão Branham fala muito e diz que tinha o peito… [Os presentes dizem: “Robusto”]. Assim vejam onde é que vai tropeçar.

         E aí podemos ver que para o Último Dia, no cumprimento do que significa essa visão que o irmão Branham teve, o esquilo lhe dando sobre o peito e não caindo em sua boca, vejam — no cumprimento dessa visão no Corpo Místico de Cristo — o que estará acontecendo.

         Nosso irmão Branham ficou curado e o Senhor disse: “Teu inimigo morreu”. Foi… Disse-lhe: “Vá à montanha”. Foi no outro dia cedinho à montanha, e lá se encontrou com um esquilo igual ou parecido com o que ele tinha visto em visão; e encontrou que o esquilo estava morto, transpassado pelos espinhos de cactos; e diz: “Parece que tinha pulado, e caiu sobre os cactos e aí morreu.”

         E aquele esquilo que ele viu ali representava o que ele tinha visto na visão e representava o problema de saúde que ele tinha tido. Como diz que ele fez com o esquilo? [Ir. Miguel: O pisoteou com os pés]. (O esquilo foi o que ele esmagou?). Rematou-o, com os pés de…

         Bom, o Filho do Homem em Sua Vinda vai ter pés de que? De bronze; e com esses pés de bronze vai acertar o esquilo e tudo o que representa esse esquilo, que tanto dano fez à Igreja de Jesus Cristo, ao Corpo Místico de Jesus Cristo.

         Bom, viram como todas as coisas têm um significado?

         Agora, para este tempo final, o Anjo Forte que desce do Céu, que é o Anjo que era diferente dos demais, em Sua manifestação do Último Dia estará no ciclo divino da Era da Pedra Angular, que é o ciclo divino do Ano do Jubileu, o ciclo divino do ano 50; e nesse ciclo divino, para o tempo em que o inimigo saltaria como esse esquilo saltava e entrava na boca do profeta…, esse esquilo não pôde entrar lá: deu no peito; e assim será neste tempo final, e não poderá entrar. Portanto, o avivamento continuará.

         E sendo que é uma era eterna, não pode morrer essa era: tem que continuar e tem que ter a bênção de Deus.

         É nessa era onde o inimigo da Igreja de Jesus Cristo termina sua existência. É no ciclo divino da Era da Pedra Angular onde Cristo vencerá o inimigo no amor divino.

         Vejam, falando sobre a besta e a imagem da besta, e os dez reis que darão seu poder e sua autoridade à besta, e que em seguida lutarão contra o Cordeiro e o Cordeiro os vencerá, vejam, aí está tendo a vitória também.

         E agora, espiritualmente, pois se cumpre primeiro; e depois, nessa etapa que virá, onde virá o tempo do aperto, os mortos em Cristo ressuscitarão em corpos eternos e nós os que vivemos seremos transformados, e então teremos cura total e eterna ao ter um corpo eterno.

         Nem sequer uma gripe poderá tocar esse corpo eterno que Ele nos dará. Isso é cura total. Pois tendo um corpo eterno que não adoece, pois está são [curado] para toda a eternidade.

         Agora, podemos ver que a cura ele já a tinha; desde que entrou no ciclo do ano 50 de sua vida, já tinha entrado no oitavo ciclo de sua vida; assim como a Igreja de Jesus Cristo entrou no ciclo oitavo, a Era da Pedra Angular, onde recebe a Palavra de Deus, a Palavra, o Maná escondido; e o maná que estava lá escondido não se corrompia, podia continuar ali sempre.

         E a Igreja entrou em uma era eterna, portanto entrou em uma era onde a cura para toda a eternidade a recebe nessa era, ao receber um corpo eterno; e para isso recebe primeiro a Palavra de cura divina, a Palavra criadora de Deus, que nos dá a fé, a revelação, para ser transformados e raptados neste tempo final.

         E agora vejam, a Igreja de Jesus Cristo recebe sua cura — tanto sua cura espiritual como em seguida também a cura física (ou seja: o corpo eterno) — quando? Quando já é tempo de ir; e depois que tenhamos o novo corpo, somente ficar aqui na Terra de 30 a 40 dias, e depois iremos.

         Quanto tempo restava depois ao nosso irmão Branham desde que entrou no ano 56 de sua vida (que era o ciclo número 7 onde ele tinha que estar doente)? Vejam, entrou nesse ciclo divino; e quando Deus disse que já estava curado, nosso irmão Branham já no mês de novembro prega a mensagem “Nas asas de uma branca pomba” ou “de uma pomba branca” e diz que está curado, que não lhe veio o problema nesse ciclo da sua vida, no ano 56, e que já foi curado.

         E diz orando: “Senhor, agora me curas, agora que tenho que ir; agora…” Já sabia que tinha que ir; estava revelando que tinha que ir também.

         E a Igreja de Jesus Cristo no ciclo divino da Era da Pedra Angular, no final dessa Obra que Cristo está fazendo na Era da Pedra Angular, no final é que recebemos a cura do corpo completa, recebendo o corpo eterno; e isso nos mostrará que é hora, tempo de ir, porque estaremos somente de 30 a 40 dias aqui; mas todos estaremos jovenzinhos, na flor da juventude.

         Nosso irmão Branham disse que depois ele corria sobre a montanha como quando tinha uns 14 ou 21 anos de idade, por aí (de quando era como de 17 anos de idade, digamos), corria e não se cansava. Coitadinhos dos que iam com ele. Seguramente, se correspondia correr junto com ele, iriam estar pedindo ajuda.

         Mas vejam; o irmão Branham se sentia como quando era um jovenzinho. Por quê? Porque isso fala da ressurreição dos mortos em Cristo e de nossa transformação, onde estaremos jovenzinhos. E agora, não com o corpo físico que tínhamos quando jovens, mas com um novo e jovenzinho, sem limitações.

         Assim poderemos correr e (o que diz a Escritura?)…, “e não” o que? E não nos cansaremos. Qual é a Escritura? Isaias 40, por aí? 40:29. Vejamos se lemos essa, para que vocês vejam como vai ser, e como foi refletido no nosso irmão Branham correndo sobre as montanhas estando em caça; e nem se cansava nem seu coração tinha nenhum problema… [CORTE DE ÁUDIO]

         “Dá vigor ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor.

Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os jovens certamente cairão.

Mas os que esperam no SENHOR renovarão as suas forças e subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão.”

         E com esse corpo eterno que Ele nos dará, esta profecia se cumprirá em toda sua plenitude.

         Porque qualquer pessoa no corpo físico pode correr, mas chega um momento em que já se sente cansado; e pode caminhar, mas também chega um momento em que pode se sentir esgotado e cansado. Mas no novo corpo correremos e não nos cansaremos; caminharemos (e o que?) e não nos fatigaremos, dizendo: “Estou suando, estou fatigado, estou cansado; um copinho de água, por favor”, nada disso. Nesse corpo não há problemas.

         E em seguida, para ir à Ceia das Bodas do Cordeiro, pois levantaremos as asas como águias e voaremos à Ceia das Bodas do Cordeiro. “E voaremos” e o que diz? “Voarão” e o que?

         [Ir. Miguel: Diz que “... renovarão as suas forças e subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão”. Há outro, que é o Salmo cento…, que diz que se rejuvenescerão como águia]. Como a águia. [O 103].

         Na águia, vejam vocês como representou a águia rejuvenescendo-se; porque quando as plumas já se caem velhas, mudam as plumas: se recosta à rocha e começa a roçar seu corpo nas rochas, e as plumas velhas vão caindo, e depois vêm as novas.

         Isso é também como os dentes das crianças: quando caem os velhos, os primeiros dentes que tiveram, então chegam os novos.

         E agora, o Salmo [103:1] diz:

         “Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome.

Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios.

É ele que perdoa todas as tuas iniquidades e sara todas as tuas enfermidades;

quem redime a tua vida da perdição e te coroa de benignidade e de misericórdia;

quem enche a tua boca de bens, de sorte que a tua mocidade se renova como a águia.”

         Resgatou-nos da fossa do inferno, do lago de fogo, onde tínhamos que ir por causa do pecado. Ele tomou nossos pecados e nos resgatou; nos redimiu.

         E agora, nos sacia de bem nossa boca com a Palavra de Deus, porque “nem somente de pão viverá o homem, mas de toda Palavra que sai da boca de Deus.”

         E neste tempo final é que nos dá a dieta que causará que nos rejuvenesçamos como a águia; a dieta da Palavra de Deus do Último Dia. Esse é o Alimento que necessitamos para receber essa transformação: “De modo que te rejuvenesças como a águia”, para isso sacia de bem nossa boca, de Sua Palavra.

         Bom, chegamos ao tempo mais glorioso do Programa Divino, onde, vejam vocês, primeiramente espiritualmente ocorrem as coisas e depois vai se materializar tudo o que espiritualmente se esteve cumprindo.

         Vejam, por exemplo: para ir no rapto, ou seja: na translação dos escolhidos de Deus à Casa do nosso Pai celestial, primeiramente a Igreja tem que ser raptada à Era da Pedra Angular; e estando na Era da Pedra Angular, aí é onde escuta todas estas coisas que em breve devem acontecer, e onde é saciada de bem sua boca, e onde se alimenta com o Alimento que dá a fé para ser transformada e raptada. E em seguida, esse rapto espiritual que teve; em seguida se materializará em um rapto físico onde iremos com Cristo à Ceia das Bodas do Cordeiro.

         Bom, vimos que estamos no tempo mais glorioso de todos os tempos.

         Estamos no tempo do ciclo divino pelo qual nosso irmão Branham passou onde ele recebeu sua cura, mas era o ciclo divino onde ele tinha que ir. Já quando tinha que ir, nesse ciclo divino, ele recebeu essa bênção de Deus; e se sentiu como jovem. E nós neste tempo final, e a Igreja de Jesus Cristo neste tempo final, será rejuvenescida e irá à Ceia das Bodas do Cordeiro.

         Mesmo espiritualmente a Igreja de Jesus Cristo é neste tempo uma Igreja rejuvenescida, uma Igreja jovem. É uma Igreja jovem, rejuvenescida, como foi rejuvenescida Sara para ter o filho prometido; portanto, a única que terá o Filho prometido é a Igreja de Jesus Cristo rejuvenescida na Era da Pedra Angular.

         Essa é uma Igreja rejuvenescida. Já não é uma Igreja lá de muita idade, lá nas eras, nas sete eras da Igreja gentia, porque qualquer dessas eras é uma igreja como era Sara antes de ser rejuvenescida: já uma igreja anciã.

         Mas é por meio de uma Igreja jovem, rejuvenescida como Sara… Assim como por meio de Sara rejuvenescida veio o filho prometido, por meio da Igreja de Jesus Cristo rejuvenescida no Último Dia, na Era da Pedra Angular, é que vem o Filho prometido, o Filho de Abraão, o Filho da promessa, que é o Anjo do Pacto vindo no Último Dia no cumprimento de Sua promessa, para assim levar a Sua Igreja à Ceia das Bodas do Cordeiro; mas antes transformar os vivos, e os mortos em Cristo serem ressuscitados em corpos eternos.

         Depois que eles forem ressuscitados, nós os veremos, nós seremos transformados; e estaremos todos juntos, de 30 a 40 dias aqui; e depois iremos, levantaremos asas como as águias e iremos à Ceia das Bodas do Cordeiro.

         Veremos a Jesus Cristo em Seu corpo glorificado também, porque também nós já teremos corpos glorificados.

         Bom, todas essas bênçãos vejam como foram refletidas nos últimos sete anos do nosso irmão Branham, as bênçãos que Cristo teria no meio da Sua Igreja no ciclo divino da Era da Pedra Angular.

         Agora vejam como, assim como de era em era se cumpriram esses ciclos, e na vida do nosso irmão Branham também se cumpriram esses ciclos, na Era da Pedra Angular se percorrem os sete ciclos com êxito, com a bênção de Deus, com o avivamento.

         Desde que começou a Era da Pedra Angular, nunca decaiu o avivamento na Igreja de Jesus Cristo! E continuará. E a revelação não minguou, mas que foi aumentando mais e mais.

         E as coisas que não entendíamos a princípio, agora sim as entendemos; e as que faltam serem entendidas, as entenderemos através das diferentes mensagens que Ele nos dê nas próximas atividades que tivermos, até o que? Daqui até que sejamos transformados.

         Bom, podemos ver como Deus está atuando em nosso tempo e como Deus está abençoando também os jovens, também as crianças e os adultos; e como para este tempo final os membros da Igreja de Jesus Cristo se tornarão todos jovens, porque serão ressuscitados os mortos em Cristo em corpos jovens e eternos, e nós os que vivemos seremos transformados e teremos corpos jovens e eternos também.

         E agora, podemos ver este mistério do Programa Divino correspondente a este tempo, na Era da Pedra Angular, no ciclo divino da vida do nosso irmão Branham dos 50 anos até os 56 anos de idade.

         Vimos o que aconteceu em sua vida e vimos o que está acontecendo na vida da Igreja do nosso amado Senhor Jesus Cristo. E isso mesmo se está movendo dentro da vida de cada membro do Corpo Místico de Cristo.

         Chegamos ao tempo mais glorioso de todos os tempos.

         Em frente, jovens, servindo a Cristo, sabendo que em breve o número dos jovens no Corpo Místico de Cristo vai ser aumentado.

         A medida também que Ele está chamando e juntando mais escolhidos, vai aumentando; mas em breve teremos a vinda de um grupo de jovens que está vivendo no Paraíso, na sexta dimensão, que vão vir vestidos de corpos jovens também, e estarão conosco.

         E nós, pois, não vamos ficar vestidos com a velha vestimenta; tendo uma visita tão importante de jovens, vamos nos vestir também de jovens, com um corpo jovem que Ele prometeu para todos nós.

         E assim estaremos vestidos para ir à Ceia das Bodas do Cordeiro, e para reinar com Cristo por mil anos e depois por toda a eternidade.

         Bom, jovens, que Deus os abençoe, que Deus os guarde. Vamos passar para Miguel, porque a revelação da Palavra de Deus não há onde detê-la. A revelação de Deus para o nosso tempo é uma Fonte que brota; e continuará dando Água, dando revelação, para as pessoas que viverão também no glorioso Reino Milenial.

         Portanto somente vamos fazer uma pausa, vamos passar para Miguel, e em seguida estaremos nos vendo nas demais atividades que vocês estiverem presentes...

         Orem para que Ele coloque em meu coração e em minha boca as palavras que devo falar, para que depois vocês também as recebam em seus corações.

         Que Deus os abençoe e guarde a todos.

         “LEVANTANDO AS ASAS COMO ÁGUIAS”.

            [Revisão fevereiro 2020]

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã". Apocalipse 22:16