O Caminho para a Vida Eterna - CULTO AO VIVO: "A COLHEITA DO ÚLTIMO DIA" - 31 de janeiro de 2020

"A COLHEITA DO ÚLTIMO DIA"

Transcrição reproduzida do site:

https://mensajes.carpa.com/mensajes/1998/09/la-cosecha-del-dia-postrero/?lang=pt-br

 

Muito bom dia jovens aqui na Santa Martha, Distrito Federal, aqui no México. É para mim uma grande bênção estar com vocês, para compartilhar com vocês uns momentos de companheirismo ao redor da Palavra de Deus e Seu Programa correspondente a este Último Dia, no qual nós estamos vivendo.

  Estamos vivendo em um tempo paralelo aos dias de Noé, aos dias de Abraão, aos dias de Moisés e aos dias de Jesus. Ou seja: são dias nos quais lá no passado Deus enviou um profeta dispensacional para fazer esse entrelace dispensacional, e agora estamos vivendo em um entrelace dispensacional também; e por isso é que Jesus disse que seria como nos dias de Noé e como nos dias de Ló.

  Nos dias de Ló houve um entrelace dispensacional ali, pois Abraão era o profeta dispensacional ali. E estamos vivendo também como nos dias de Moisés, onde um terceiro êxodo, Cristo estaria realizando para levar Sua Igreja à terra prometida do novo corpo e à terra prometida do glorioso Reino Milenial.

  E o sinal da terra nova, da terra prometida, é a manifestação do Filho do Homem; esse é o sinal da terra nova.

  E agora, entre os discípulos de Jesus, vejam vocês, houve pessoas mais velhas, houve também jovens e houve também crianças.

  São João era um dos jovens; era o que recostava sua cabeça no peito do Senhor; era um jovenzinho que amava o Senhor. Seu irmão Jacobo ou São Tiago também servia ao Senhor; era talvez um pouco mais velho que João, mas não sabemos quantos anos; ou melhor, os dois eram jovens.

  Pois vejam, eram os que estavam atentos a Jesus em muitas coisas, tais como quando foram lhe preparar lugar em Samaria, quando Jesus ia para Jerusalém, mas que tinha que fazer uma parada (talvez um dia antes ou dias antes) para continuar depois a viagem. Não o quiseram receber em Samaria, em certo local de Samaria; e então vem João e Jacobo, e lhe dizem: “Senhor, quer que mandemos descer fogo do céu, como fez Elias?”

  Eram muito jovens, e já, em vez de deixar que Jesus fosse o que dizia e fazia as coisas, eles também já queriam fazer algo; e sempre estavam procurando…, ou seja: eles admiravam muito o ministério de Elias; e —olhe — todo mundo, pois queria fazer como Elias. E agora, eles querem fazer como Elias, que mandou descer fogo do céu e os destruiu a todos, os que foram buscá-lo preso (foi, verdade?); por duas ou três ocasiões fez isso. E agora já, pois, João e Jacobo (ou seja: São Tiago) querem fazer o mesmo; estavam buscando o ministério de Elias.

  Esse ministério sempre foi buscado por muitas pessoas; mas Deus não o deu a todas as pessoas que o estiveram procurando, a não ser àqueles que foram predestinados por Deus para ter neles manifestado esse ministério, o qual seria manifestado cinco vezes. E dessas cinco vezes, encontramos que foram homens escolhidos por Deus para esse propósito, nos quais foram manifestados esses ministérios; ou seja: que foram profetas já escolhidos por Deus e enviados para realizar a Obra correspondente ao Último Dia (ou seja: Deus através deles).

  E agora, João e São Tiago queriam esses ministérios: queriam o ministério de Elias. Em outra ocasião, pois queriam o ministério de Elias e de Moisés: quando os viram lá no Monte da Transfiguração, depois desceram, contaram à mamãe tudo; e então já a mamãe vem com eles… porque Cristo está mostrando lá a Vinda do Reino de Deus e o Filho do Homem vindo em Seu Reino; e quando veem tudo isso, eles já sabiam que na Vinda do Reino de Deus, Moisés e Elias estariam presentes.

  E como eles viam que Jesus… Quando perguntaram: “Quando virá o Reino de Deus?” Ele lhes disse: “O Reino de Deus está entre vós”; portanto, Elias e Moisés tinham que estar ali também; mas aquilo era uma profecia para o Último Dia.

  Em Jesus estavam todos os ministérios, assim não somente o de Elias mas o de Moisés e o de todos os profetas, porque Ele é o dono de todos os ministérios. D’Ele procedem todos os ministérios e todos os espíritos dos profetas e todos os espíritos de todos os filhos de Deus.

  Agora, João e São Tiago contam à sua mãe, vêm onde está Jesus com sua mamãe para pedir essa posição no Reino, à direita e à esquerda do Senhor no Reino de Deus; e Jesus diz que isso não corresponde a Ele dá-lo, mas àqueles a quem está preparado; ou seja: não a quem quer nem ao que corre para alcançar e pedir essa posição, mas para quem está ordenado por Deus.

  Essa promessa vai junto com a de Apocalipse, capítulo 3, versículo 21, que diz: “Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono”. Essa posição de sentar-se à direita e à esquerda corresponde a essa posição de sentar-se com Cristo em Seu Trono.

  E agora, essa posição não corresponde a Jesus Cristo dár a eles, mas a quem está ordenado por Deus essa posição. E para ter ou ser colocado nessa posição, sentado no Reino de Deus, no Trono de Deus ou no Trono de Cristo, tem então que ter esses ministérios da direita e da esquerda; porque com esses ministérios da direita e da esquerda (o de Moisés e Elias), com esses ministérios para a direita: para a bênção (de quem?) da Igreja do Senhor Jesus Cristo, que é o Efraim espiritual; e para a bênção da esquerda: para 144.000 hebreus, que correspondem a Manassés. Veem? Mas essa posição eles a queriam.

  E não está mal desejar uma boa posição no Reino de Deus, mas é preciso ser conscientes de que esses ministérios não são dados àqueles que querem ter um ministério, mas sim a quem está ordenado por Deus desde antes da fundação do mundo.

  Deus não envia um profeta porque esse profeta diz: “Eu quero ser um profeta”, mas porque Deus o ordenou desde antes da fundação do mundo, e lhe colocou as duas consciências juntas, e coloca nele um espírito de profeta para operar nele; e assim, pois vêm com as duas consciências juntas.

  E ele não tem que fazer nada: não tem que estudar para aprender para que funcionem as duas consciências juntas, não tem que ir aprender para saber como é que pode ouvir a Voz de Deus; já isso, ele vem com o equipamento por dentro, e nada pode fazer para evitar ouvir de Deus.

  A coisa não é tentar de ouvir de Deus, mas que não pode evitar ouvir de Deus; é inevitável. E não pode deixar de falar o que Deus ponha em sua boca; isso é inevitável. E não pode falar de outra forma, porque não sabe falar de outra forma; como recebe, assim tem que dar.

  Agora, de era em era, vejam vocês, Deus enviou Seus mensageiros. Para a Dispensação da Lei lá, os profetas por meio dos quais Deus falou; e também enviou ao profeta Moisés, o profeta para toda a dispensação; e em seguida enviou João Batista, ao final, na sétima era da Igreja hebraica sob a Lei; e depois apareceu Jesus na Era da Pedra Angular; uma era, a Era da Pedra Angular, era eterna, onde se entrelaça a Dispensação da Graça com a Dispensação da Lei, e onde os mortos do Antigo Testamento ressuscitaram com Cristo.

  Toda a Obra de Deus para esse tempo era na Era da Pedra Angular, a Era da Vinda do Filho do Homem, a Era da Vinda da Pedra não cortada por mãos. E assim é para nosso tempo, no qual nós vivemos.

  Estamos vivendo na Era da Pedra Angular; Deus já enviou Seu precursor, o mensageiro precursor da Segunda Vinda de Cristo, o reverendo William Branham, com o espírito e virtude de Elias; e agora nós estamos desfrutando da Era da Pedra Angular, e escutando a Voz de Cristo nos revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer e nos dando testemunho de que todas estas coisas que estão escritas têm que ser cumpridas.

  E as que estão escritas do Filho do Homem para Sua Vinda neste Último Dia, na Era da Pedra Angular, todas têm que ser cumpridas; porque toda Escritura tem que ser cumprida na Vinda do Filho do Homem, todas as Escrituras do Último Dia, porque estão ligadas à Vinda do Filho do Homem.

  Agora vejam: assim como Cristo disse que o que estava escrito d’Ele cumprimento tinha, também Ele em Apocalipse, capítulo 22, versículo 16, disse:

  “Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas.”

  E tudo o que está escrito do Anjo de Jesus Cristo, cumprimento tem para este tempo final.

  Tem que ser cumprido tudo o que está escrito de Seu Anjo, porque por meio de Seu Anjo é que Jesus Cristo estará operando neste tempo final, estará falando com Sua Igreja e lhe revelando todas estas coisas que em breve devem acontecer; e assim se estará revelando à Sua Igreja por meio de Seu Anjo Mensageiro, como se revelou em cada era por meio de cada anjo mensageiro das sete eras da Igreja gentia.

  E agora, o que estava escrito de cada mensageiro e estava na mente de Deus, tinha que ser cumprido; cumprimento teria na era em que Deus enviou cada mensageiro.

  E agora, para nosso tempo, pois cumprimento tem tudo o que foi falado do Anjo do Senhor Jesus Cristo, para assim se cumprir todo o Programa Divino correspondente a este tempo final.

  E sendo que estamos no tempo da colheita, do recolhimento dos escolhidos do Último Dia, na Era da Pedra Angular, nós — junto com o Anjo do Senhor Jesus Cristo — estaríamos trabalhando na Obra de Cristo.

  Vejam como Cristo lá com Seus discípulos, falando no capítulo 4, versículo 34 em diante, de São João, lhes diz:

  “Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra.

  Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: levantai os vossos olhos e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa.

  E o que ceifa recebe galardão e ajunta fruto para a vida eterna, para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem.

  Porque nisso é verdadeiro o ditado: Um é o que semeia, e outro, o que ceifa.

  Eu vos enviei a ceifar onde vós não trabalhastes; outros trabalharam, e vós entrastes no seu trabalho.

  E muitos dos samaritanos daquela cidade creram nele, pela palavra da mulher, que testificou: Disse-me tudo quanto tenho feito.”

  Agora vejam como Cristo nos diz que ali, no tempo de Seus discípulos, Ele os enviava a segar, ou seja: a colher; e eles vieram colhendo tudo o que Moisés tinha semeado e os profetas no Antigo Testamento, sob a Dispensação da Lei. Agora vem Jesus com Seus apóstolos e os envia a colher, a recolher; e começaram a recolher da Dispensação da Lei e a colocá-los dentro da Dispensação da Graça, que estava sendo introduzida. Vejam como foram realizando esse recolhido de fruto.

  E agora para este tempo final se realiza o recolhido do fruto da Dispensação da Graça e se coloca (onde?) na Dispensação do Reino, na Era da Pedra Angular.

  E agora vejam como diz que quem recolhe, ou seja: o que ceifa, o que colhe, diz:

  “E o que ceifa recebe galardão e ajunta fruto para a vida eterna,…”

  Tanto o fruto, os filhos e filhas de Deus, que são chamados e juntados, recolhidos, é para vida eterna…: serão transformados os que estamos vivos; se alguém partir, não há nenhum problema: ressuscitará no corpo novo. E vejam vocês, esse fruto que está sendo recolhido é para vida eterna, para ser transformados e entrarmos à vida eterna física também.

  E vejam vocês como o fruto que os apóstolos recolhiam também é para vida eterna, porque receberiam Cristo como seu Salvador, lavariam seus pecados no Sangue de Cristo, e receberiam o Espírito Santo e assim receberiam vida eterna.

  E também o salário que se recebe não fica perdido aqui na Terra quando formos, mas que é também para vida eterna, porque é a recompensa que Cristo nos dará lá na Ceia das Bodas do Cordeiro, a qual tem que ver com a parte da herança que a cada um de nós corresponderá como indivíduos.

  Por isso é que Cristo fala em alguns lugares e diz que alguns vão ser pequenos e outros vão ser maiores; não quanto à estatura, mas que está falando quanto à posição que vão ter lá. Por isso diz que uns serão pessoas que terão uma recompensa maior que as que outros terão.

  Vejam quem recebeu cinco talentos e ganhou cinco mais, vejam vocês, depois lhe acrescentou outro talento mais; porque ao que tem, se lhe dará o que? Mais, e terá mais.

  Agora vejam, no Reino de Cristo haverá diferentes posições importantes. Assim como em um reino encontramos que há diferentes posições, igualmente vocês leem na Escritura e encontram que no Céu há diferentes posições. Por exemplo: há anjos, mas também há arcanjos, que são maiores; e os anjos estão sob a direção destes Arcanjos Gabriel e Miguel, veem? Porque têm um nível ou posição mais alta.

  E assim também encontramos em todo o Programa Divino que há diferentes posições. E toda pessoa que trabalha na Obra de Cristo, de acordo a como tiver trabalhado será a recompensa que receberá; e disso também terá que ver a posição e bençãos que terá no Reino Milenial e em seguida por toda a eternidade.

  Agora, podemos ver… Vejam; o povo hebreu quando entrou na terra prometida…

  (Podem tomar assento. Oh! Como eu estou de pé, pois, tinha esquecido que vocês, pois, não necessariamente têm que estar de pé, mas que podem estar sentados).

  O povo hebreu quando entrou na terra prometida, e Josué repartiu a terra, olhem vocês como eles obtiveram a terra: de acordo às bençãos que Jacó tinha lançado sobre seus filhos.

  E agora, vejam vocês como houve um que teve duas tribos. Quem foi? José teve duas tribos. Por quê? Porque a Bênção da Primogenitura correspondeu a José, e a Benção da Primogenitura tem uma dupla benção. E agora, vejam como tem duas tribos: a tribo de Manassés e a tribo de Efraim.

  E agora, Cristo com a Bênção da Primogenitura tem Sua Igreja gentia (o Efraim espiritual) e o povo hebreu. Assim que com essa Bênção da Primogenitura, vejam; nosso José reparte ou recebe essa benção para Sua Igreja (a parte mais importante) e em seguida para o povo hebreu.

  Quem repartiu a terra prometida ao povo hebreu, quem foi? E de que tribo era Josué? Da tribo de José por meio (de quem?) de Efraim.

  E Josué representa Jesus, é Jesus. Josué significa ‘Salvador’, ‘Redentor’, e Jesus significa ‘Salvador’, ‘Redentor’. E Josué e Jesus se escrevem em hebraico da mesma forma: é Yoshua ou Josué.

  E agora, vejam como essa Bênção da Primogenitura que vem por José passando a Efraim… vejam vocês, por causa dessa Benção da Primogenitura, quem reparte a terra prometida ao povo hebreu vem de que recebeu a Benção da Primogenitura: de José através de Efraim.

  E através de um filho de Efraim, ou seja: um filho da tribo de Efraim, é que vem o ministério para a entrada à terra prometida do povo hebreu e para a repartição da terra prometida.

  E Josué representa também ao líder final da Igreja de Jesus Cristo; e representa o Espírito Santo.

  E é o Espírito Santo no Último Dia quem passará a Igreja à terra prometida e repartirá a terra prometida. E o Espírito Santo, por meio de Seu Anjo Mensageiro no Último Dia, estará realizando a Obra correspondente ao Último Dia para nos passar à terra prometida do novo corpo e à terra prometida do glorioso Reino Milenial.

  Vejam por onde vem essa bênção: por Efraim; e Efraim representa a Igreja do Senhor Jesus Cristo.

  Para levar à terra prometida do novo corpo e à terra prometida do Reino Milenial, o instrumento que o Espírito Santo — nosso Josué — terá, tem que ser de Sua Igreja; porque está representada Sua Igreja na tribo de Efraim, no Efraim e essa tribo de Efraim.

  Por isso é que quando fala dos dez milhares, vejam vocês a quem se refere. Isso está por aí por Deuteronômio, capítulo…, o penúltimo capítulo parece que é… No cântico de Moisés, por aí, tem que estar… No penúltimo capítulo diz; versículo 1 em diante diz [capítulo 33]:

  “Esta, porém, é a bênção com que Moisés, homem de Deus, abençoou os filhos de Israel antes da sua morte.

  Disse, pois: O SENHOR veio de Sinai e lhes subiu de Seir; resplandeceu desde o monte Parã e veio com dez milhares de santos; à sua direita havia para eles o fogo da lei.

  Na verdade, amas os povos; todos os teus santos estão (onde?) na tua mão…”

  E onde tinha a Lei de Fogo? Em Sua mão também.

  E agora, Deus sentado sobre Seu Trono, o que tem em Sua mão direita? O Livro, o Título de Propriedade, o Livro dos Sete Selos.

  E os nomes dos escolhidos de Deus, onde estão escritos? Nesse Livro; porque esse é o Livro da Vida do Cordeiro, esse é o Título de Propriedade dos Céus e da Terra.

  E agora vejam vocês como Ele tem em Sua mão direita, em Sua mão, aí em Sua mão tem “todos os consagrados a Ele”. Todo o membro de Sua Igreja os tem aí em Sua mão, pois estão escritos no Céu, no Livro da Vida do Cordeiro, nesse Livro dos Sete Selos que Ele tem em Sua mão.

  E agora passamos à bênção que lançou a José, que foi a mais longa e a mais… a mais - bênção que tinha. No mesmo capítulo 33, versículo 13 ao 17, diz:

  “E de José disse: Bendita do SENHOR seja a sua terra, com o que há de mais excelente nos céus, com o orvalho e com o que há no abismo, que jaz abaixo,

e com as mais excelentes novidades do sol, e com as mais excelentes produções da lua,

e com o mais excelente dos montes antigos, e com o mais excelente dos outeiros eternos,

e com o mais excelente da terra, e com a sua plenitude, e com a benevolência daquele que habitava na sarça (ou seja, a graça do Anjo do Senhor, do Anjo do Pacto)

a bênção venha sobre a cabeça de José e sobre o alto da cabeça do que foi separado de seus irmãos.

Ele tem a glória do primogênito do seu boi, e os seus chifres são chifres de búfalos; com elas ferirá os povos juntamente até às extremidades da terra; estes, pois, são os dez milhares de Efraim, e estes são os milhares de Manassés.”

  E agora vejam como em seguida tudo isso corresponde à Igreja do Senhor Jesus Cristo e aos 144.000 hebreus, que são quantos? 144.000 milhares (diríamos?).

— [Ir. Miguel: 144.000… 144.000]

— 144 milhares.

— [Sim, porque são 144.000, então são… 144.000. São 144 milhares. Se você pegar 144 e multiplica por 1000, dá 144.000]

— Pois, 144.000 milhares?

  — [144 milhares. Que ao você multiplicar 144 × 1000, pois 144.000: 144.000 pessoas, indivíduos, verdade?]

— Ah, ah, são 144 milhares.

  — [São 144 milhares]

  —144 milhares

  — [144 milhares]

— Ou seja: 144 montinhos de mil.

  — [Isso!]

  Tivemos que descer ao nível das criançinhas e… Ou como alguém algumas vezes conta o dinheiro: põe um pacotinho de 1000, e se fizer 144 pacotinhos de 1000, quanto tem?

  — [Ah, pois teria 144.000]

— Ah, pois… Vê? Aí já…

  — [É mais fácil]

  Sim, já… Assim o entendemos melhor.

  Bom, podemos ver que aqui temos esses 144.000 correspondentes a Manassés; e agora temos os milhares, os de Efraim. Ou seja: é um grupo maior, porque são os escolhidos de todas as sete eras da Igreja gentia, e parte do - e os do grupo de São Pedro e dos demais apóstolos lá, e os da nossa era, da Era da Pedra Angular, com os quais se completará o número desses que foram representados nesses milhares de Efraim.

  Agora podemos ver que em Efraim nós estamos representados; e por isso a bênção da destra veio sobre Efraim; e por isso a bênção da destra, que está na destra de Deus tendo o Livro, o Título de Propriedade em Sua mão, passa da destra de Deus a Jesus Cristo, o qual o toma, o abre no Céu e depois o traz onde? À Sua Igreja, que está representada em Efraim; e por isso a bênção da mão direita de Deus passa à Sua Igreja.

  E neste tempo final, toda bênção da parte de Deus do Céu, que Ele tem em Sua destra, passa à Sua Igreja; e por isso tudo o que está no Lugar Santíssimo do Templo que está no Céu passa à Sua Igreja neste tempo final, se materializa em Sua Igreja.

  Por isso o Livrinho passa à Sua Igreja; e passa à Sua Igreja todas as bençãos do Lugar Santíssimo neste tempo final, na Era da Pedra Angular, neste entrelace da Dispensação do Reino com a Dispensação da Graça.

  Aí há muitas coisas muito importantes. Todo o mistério do Programa de Deus está aí, no Lugar Santíssimo do Templo que está no Céu, para se manifestar no Lugar Santíssimo de Sua Igreja, que é a Era da Pedra Angular.

  Por isso tudo, tudo o que fará que Sua Igreja, Seus escolhidos recebam a fé, a revelação para serem transformados e raptados, tudo está sob o mistério, o segredo do Sétimo Selo, da Segunda Vinda de Cristo, o qual nos traz as bençãos do Lugar Santíssimo do Templo de Deus, para materializá-las em Sua Igreja neste tempo final.

  Assim como atuou nas sete etapas ou eras da Igreja gentia, mas elas correspondem ao Lugar Santo do Templo espiritual de Cristo e, consequentemente, correspondem ao Lugar Santo do Templo de Deus do Céu. Mas agora tudo o que Ele faz na Era da Pedra Angular corresponde ao Lugar Santíssimo de Seu Templo espiritual e, consequentemente, ao Lugar Santíssimo do Templo que está no Céu.

  E a conexão com o Templo de Deus no Céu, com o Lugar Santíssimo do Templo de Deus no Céu, está na Igreja de Jesus Cristo onde? No Lugar Santíssimo da Igreja de Jesus Cristo, ou seja: na Era da Pedra Angular.

  Por isso é que a Voz de Deus do Céu, desde Seu Trono, é transmitida através de Sua Igreja na Era da Pedra Angular e à Sua Igreja na Era da Pedra Angular. E por isso é que na Era da Pedra Angular, para o Último Dia estaria o ministério que ministraria diretamente desde o Trono de Deus. As coisas que correspondem ao Lugar Santíssimo do Templo de Deus seriam ministradas na Igreja de Jesus Cristo na Era do Lugar Santíssimo e materializadas na Igreja do Senhor Jesus Cristo em seres humanos.

  Por isso é que para este tempo o chamado da Grande Voz de Trombeta chamando e juntando os escolhidos de Deus, está recolhendo todos os escolhidos; e está se completando o número dos escolhidos de Deus, o número da Igreja de Jesus Cristo; e vejam vocês, está se completando com latino-americanos e caribenhos.

  Ainda faltam alguns, mas chegarão; e para que cheguem, pois têm que chegar a eles a Palavra. (Como…?). Com o coração se crê para justiça, mas com a boca se faz confissão para salvação.

  E agora, como crerão se não há quem lhes pregue? E como pregarão se não são enviados? Por isso é que diz que são…: “Quão formosos são os pés dos que anunciam as boas novas!” Os pés daqueles que sobre os Montes (ou seja: sobre os reinos, sobre as nações, povos e línguas) vão levando o Evangelho; vão calçados seus pés com a preparação do Evangelho.

  E agora, com a Mensagem do Evangelho do Reino, a qual temos gravada e também impressa, com essa Mensagem sendo levada às pessoas, serão juntados, chamados e juntados os escolhidos de Deus que faltam por serem chamados e juntados.

  Não é com qualquer coisa que as pessoas disserem, mas com a Mensagem que corresponde a este tempo final.

  Por isso foi dado da parte de Deus neste tempo; e ficou gravado para que assim chegue às pessoas sem alterações; para que assim ninguém coloque sua própria ideia, mas que chegue tal e como foi dado por Deus através de Seu instrumento no Último Dia. E assim ninguém poderá alterar a Mensagem; porque quando se altera a Mensagem de uma era, o avivamento morre nessa era.

  Não se pode alterar a Mensagem, mas dá-la como está dada; e assim Deus atua conforme Ele prometeu para nosso tempo.

  Assim que, jovens, este é um tempo muito importante, onde…; assim como no tempo de Jesus as crianças, os jovens e os adultos, e ainda os anciãos, tiveram a oportunidade de trabalhar na Obra de Cristo, também neste tempo crianças, jovens, adultos e também os anciãos têm a mesma oportunidade; e têm a Mensagem à sua disposição: têm folhetos, têm fitas cassetes, podem conseguir os vídeos também, podem distribuir aos seus vizinhos, aos seus familiares. Veem? E assim também irem pessoalmente ou em grupos, os jovens, a dar atividades públicas, ter cânticos e todas estas coisas; e então colocar os vídeos e distribuir literatura a todas as pessoas.

  Isso é um trabalho missionário, evangelístico, muito efetivo neste tempo final para que se complete o número dos escolhidos de Deus, para que Deus chame os que faltam para serem chamados e colocados no Corpo Místico de Cristo.

  Algumas vezes pensamos que não há pessoas que creem em tal lugar. Mas você levou a Mensagem? Você distribuiu a Mensagem por esses lugares? Não se sabe se há ou não há semente em um local, a menos que lhes dê, lhes leve a Mensagem em folhetos e em vídeos e assim por diante; e então, o que é de Deus, ouve a Voz de Deus e lhes diz: “Isto era o que eu estava esperando.”

  Há casos onde contaram que estavam esperando ver tal coisa e tal coisa; e quando chegaram com a Mensagem, disseram: “Eu o estava esperando. Eu sabia que você vinha”. Até disseram: “Eu sabia que havia uma pessoa assim e assim na capa do livrinho, do folheto (disseram): Eu a vi!” (Não sei se em sonho ou em visão).

  Mas todas essas coisas estiveram acontecendo; e é que Deus já tem preparados – tem a todos preparados, os que vão receber a Mensagem; foi trabalhando com eles e segue trabalhando com eles.

  E levamos a Mensagem. E possivelmente algumas vezes como que não, não se escuta nada de que aconteceu nada; mas o melhor, você não deu tempo para que termine de ler a Mensagem. Deixe que termine de ler a Mensagem e lhe leve outra; e seguirá Deus trabalhando, porque Deus atua por meio de Sua Palavra criadora; e isso é o que Ele nos deu neste tempo.

  É por meio dessa Palavra criadora que Deus está operando neste tempo. Portanto Ele vai operar na alma de todos os que têm seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro.

  E olhem, e temos a Palavra criadora em folhetos, em vídeos, em fitas cassetes: a Mensagem que criaria uma nova era, a Era da Pedra Angular, e que criaria tudo o que tem que ser criado neste tempo final.

  E os mortos em Cristo ressuscitarão em corpos eternos (isso é uma Obra criadora), e nós os que vivemos seremos transformados (essa é uma Obra criadora também), porque estamos em um ciclo divino de criação divina. E, consequentemente, necessitamos o que? A Palavra criadora, que é a Palavra do Anjo do Pacto, do Anjo do Senhor, do Verbo, que estava com Deus e era Deus e criou todas as coisas.

  Chegamos ao tempo maior e glorioso de todos os tempos para os jovens, como também para as crianças e os adultos. Este é o tempo mais glorioso de todos os tempos para os jovens, para cada um de vocês e também para mim também.

  É o tempo em que, vejam; coisas que não se podiam entender centenas de anos atrás, e ainda alguns anos atrás, agora Deus abriu todas estas profecias que até as crianças podem entender. E antes nem os teólogos podiam compreender, e agora até as crianças podem compreender.

  E agora, vocês, jovens, podem compreender todas essas coisas; e são de ajuda e bênção para trabalhar mais amplamente na Obra de Cristo e para irem seguramente trabalhando na Obra de Cristo, conscientes do trabalho que estão realizando. E Deus confirmando Seu trabalho produzindo fruto, e fruto em abundância.

  Bom, jovens, para mim foi um grande privilégio estar com vocês nesta ocasião, compartilhando estes momentos com vocês.

  Que Deus os abençoe grandemente e lhes use grandemente em Sua Obra neste Último Dia; e que Deus levante mais e mais jovens em Sua Obra para trabalhar na obra missionária, para que assim em breve se complete o número dos escolhidos de Deus; e sejamos transformados junto com os mortos em Cristo que serão ressuscitados em corpos eternos, e vamos à Ceia das Bodas do Cordeiro no Céu. No Nome Eterno do Senhor Jesus Cristo. Amém e amém.

  Que Deus os abençoe, jovens, e os guarde; e deixo novamente Miguel por aqui para continuar.

  Deus os guarde, os abençoe e os use grandemente em Sua Obra.

  “A COLHEITA DO ÚLTIMO DIA”.

            [Revisão janeiro 2020]

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã". Apocalipse 22:16